Calderano perde e se despede do Grand Finals de Tênis de Mesa

esportes
14.12.2019, 14:44:33
(Foto: ITTF/Divulgação)

Calderano perde e se despede do Grand Finals de Tênis de Mesa

Brasileiro foi derrotado por chinês nas quartas

Hugo Calderano se despediu do World Tour Grand Finals, torneio que reúne os melhores do Circuito Mundial de Tênis de Mesa na temporada. Na madrugada deste sábado (14), o brasileiro foi superado nas quartas de finais pelo chinês Fan Zhendong, número 2 do ranking mundial, por 4 a 1 (10/12, 5/11, 7/11, 11/5 e 9/11) e terminou o torneio, disputado em Zhengzhou, na China, entre os oito primeiros.

Foi a 11ª vez no ano que Calderano chegou ao menos nas quartas de finais em torneios internacionais, incluindo as disputas do Pan de Lima, Copa Pan-Americana, Copa do Mundo e Circuito Mundial.

O brasileiro foi o último atleta não-oriental a cair no Grand Finals, nos torneios individuais e de duplas dos dois naipes. As semifinais do individual masculino serão disputadas exclusivamente por chineses: Fan Zhendong enfrenta Lin Gaoyuan e Xu Xin encara Ma Long.

Assim como acontecera no jogo das quartas de final, contra Jun Mizutani, Calderano entrou muito concentrado na partida. Foi ainda mais agressivo do que anteriormente, e conseguiu dificultar o jogo do chinês ao máximo, de modo que ficou perto da vitória no primeiro set ao abrir 9 a 4. No entanto, Zhendong foi buscar o resultado, empatou e virou. Calderano chegou a salvar um set point, mas o chinês venceu a primeira parcial.

A vitória fortaleceu Zhendong, que abriu vantagem no segundo set, impedindo que Calderano reagisse. O competidor local chegou a abrir 5 a 1 e administrou a vantagem até o final da parcial, fechando em 11 a 5.

Na terceira parcial, o brasileiro chegou a dar impressão de que reagiria, abrindo 2 a 0. Mas levou a virada e viu o técnico Jean-René Mounié pedir tempo. Não adiantou: Zhendong seguiu em ritmo muito intenso e não poupou o brasileiro, fechando em 11 a 7.

Como detalhe, num dos poucos ralis longos do set, Calderano finalizou um ponto em que a bola atingiu a marca de 108 quilômetros por hora.

Calderano encontrou seu melhor momento no quarto set. Seus ataques precisos irritavam Fan Zhendong, que chegou a estar perdendo por 9 a 2 e acabou sendo superado por 11 a 5. Porém, o brasileiro ainda precisava vencer mais três sets para sair vitorioso do confronto. Chegou a fazer uma quinta parcial equilibrada com o número 2 do mundo, mas não resistiu.

"Foi uma pena, pois o Hugo estava desenvolvendo um jogo muito interessante no primeiro set. Abriu uma boa vantagem, jogando o melhor dele, mas não conseguiu fechar. Depois disso, o Fan Zhendong conseguiu jogar mais relaxado, e quando abriu 3 a 0 ficou muito mais difícil", lamentou o técnico Jean-René Mounie.

Este foi o último compromisso internacional de Hugo Calderano na temporada de 2019. No final de janeiro, ele encara o primeiro desafio do Circuito Mundial em 2020: o Aberto Platinum da Alemanha, em Magdeburg.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas