Camisa 9 na base, Ronaldo celebra fase de garçom no Bahia: 'Primeira vez'

esportes
15.03.2022, 15:19:00
Ronaldo é o líder de passes para gols no Bahia na atual temporada (Foto: Rafael Machaddo/EC Bahia)

Camisa 9 na base, Ronaldo celebra fase de garçom no Bahia: 'Primeira vez'

Com quatro passes para gols, atacante é líder de assistências do tricolor em 2022

Aos 21 anos, Ronaldo está apenas iniciando a sua trajetória como jogador profissional. Com nome de craque goleador, foi atuando na função de camisa 9 foi que ele se destacou nas categorias de base e chegou ao Bahia, no final de 2020. Agora, o atacante vive uma fase inédita: a de garçom. 

Ainda em busca do primeiro gol como profissional, Ronaldo vem se destacando por deixar os companheiros em boas condições para balançar as redes. O atacante é o líder de assistências do Bahia em 2022. Foram quatro passes para gols até o momento. O último foi na goleada sobre o Jacuipense, por 4x1, na Fonte Nova, quando Rodallega anotou o tento. 

“Eu nunca vivi isso, é primeira vez que eu tenho mais assistências do que gols. É um momento de garçom, mas é importante participar dos gols, pegar confiança para na hora certa sair o meu”, disse o jogador em entrevista ao CORREIO. 

Ronaldo conta que, apesar da tentativa encerrar o jejum e marcar o primeiro gol pelo time de cima, ele tem curtido a fase de garçom. O colombiano Rodallega foi quem mais se beneficiou até aqui. Das quatro assistências, duas terminaram com gols do centroavante. Os outros foram marcados por Marco Antônio (Campinense) e Marcelo Cirino (Globo-RN). 

“Todo atacante gosta de fazer gols, traz uma confiança enorme, mas estar participando, estar próximo e ajudando a fazer os gols é bom. Para mim isso é o que importa para a gente conseguir os nossos objetivos e sair com os triunfos”, explica.

Contra o Jacuipense, Ronaldo saiu do banco e deu passe para Rodallega marcar o quarto gol do Bahia (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)

Após se destacar no time de transição, foi sob o comando de Guto Ferreira, na reta final do Brasileirão do ano passado, que o jogador passou a ganhar chances no elenco principal. Por isso, ele afirma que tem escutado o conselho dos companheiros para conseguir fazer um bom trabalho, e não descarta se manter como jogador de lado. 

“Essa pré-temporada, esse início, foi fundamental para mim por conta das experiências, conselhos que pude ouvir, não só do treinador, mas dos jogadores também. A disciplina e o comprometimento foram fundamentais para eu estar aqui hoje e poder mostrar que posso seguir no Bahia e fazer por merecer”, disse ele. 

“Na base, na maioria dos jogos eu atuei de centroavante, é uma posição que eu me sinto tranquilo de atuar, mas no momento estou indo bem na ponta e nesse momento posso fixar essa posição, é onde o professor está me utilizando mais e eu estou dando o melhor para ajudar”, completou.

Enquanto os gols não saem, Ronaldo quer aumentar a quantidade de assistências, mas garante que já tem em mente a comemoração que vai lançar quando balançar as redes pela primeira vez. 

“Infelizmente o gol ainda não saiu, mas a ansiedade era mais no começo do ano. Como eu estou jogando bem e conseguindo ajudar com assistências, a ansiedade acalma um pouco. Mas só eu sei o quanto eu estou me cobrando para esse gol acontecer. Pode ter certeza que vai acontecer em breve e a comemoração vai ser a mesma de sempre, o coração para a mamãe, que não pode faltar”, disse ele aos risos.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas