Carreta bate em van da dupla Lucas e Orelha na Bahia; cantor fica ferido

sua diversão
10.12.2017, 19:00:00
Atualizado: 10.12.2017, 23:57:27

Carreta bate em van da dupla Lucas e Orelha na Bahia; cantor fica ferido

Colisão ocorreu do lado onde Lucas dormia; ele teve ferimentos leves na mão e rosto

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um acidente envolvendo a van que transportava os cantores Lucas e Orelha e uma carreta, na madrugada deste domingo (10), em Valença, quase terminou em tragédia.

Segundo o próprio Lucas relatou numa rede social, o caminhão bateu bem do lado em que ele dormia, quando eles voltavam de um show na cidade no Baixo Sul do estado. Ele acabou se ferindo, mas, apesar de a porta ter ficado destruída, não sofreu nada grave. 

Foto: Reprodução

“Tá todo mundo bem. Só acabei ferindo aqui minha mão, mas tá tudo bem. E os estilhaços de vidro acabou pegando em mim e só feriu algumas coisas aqui no rosto e minha mão, mas graças a Deus não teve nada com ninguém”, comentou Lucas, em vídeos postados no Instagram. 

Foto: Reprodução

Apesar do acidente, segundo a assessoria da banda, o veículo seguiu viagem até Salvador, de onde eles partiram para um novo compromisso profissional em Campo Grande, no interior do Rio de Janeiro. Lucas não precisou ser hospitalizado.

Num dos vídeos postados por Lucas, ele também relatou que o motorista da carreta também não ficou ferido. Ainda conforme a assessoria, a situação acabou sendo resolvida no local, sem registro em delegacia ou posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas