Carro é atingido por mais de 10 tiros após parar em semáforo no Morumbi

brasil
22.02.2018, 10:46:00
(Reprodução/TV Globo)

Carro é atingido por mais de 10 tiros após parar em semáforo no Morumbi

Motorista está internado; até o momento ninguém foi preso

O carro de um dono de uma casa de câmbio foi alvejado por criminosos com mais de 10 tiros na noite desta quarta-feira (21), ao parar em um semáforo na região do Morumbi, zona sul de São Paulo. A vítima sobreviveu e até o momento ninguém foi preso. 

De acordo com informações do G1, o motorista tinha acabado de sair de uma padaria em um posto de combustível. Ele parou no semáforo quando foi surpreendido por um homem armado que saiu do meio do mato alto, perto do Cemitério Gethsêmani. Um segundo suspeito em uma moto participou do ataque, segundo o síndico de um prédio vizinho

“Ele estava escondido no matagal e deu 12 tiros. O da moto deu mais alguns tiros, que eu não sei precisar quantos pelo vidro da janela do motorista. O que estava no mato subiu na garupa da moto e os dois fugiram o mais rápido possível”, afirmou o síndico Paulo Niemayer.

O homem, de 37 anos, foi socorrido por um casal de médicos até a chegada da polícia. Ele foi levado para o Hospital Albert Einstein, que não informou o estado de saúde do empresário.

O crime ocorreu a cerca de 400 metros da delegacia do bairro e em um local com várias câmeras de segurança de prédios residenciais.

A Prefeitura Regional do Butantã, responsável pela região, disse que vai cortar o mato alto nesta quinta (22). Eles disseram que o corte não foi feito antes porque estão trabalhando com equipes reduzidas e que novos funcionários serão contratados a partir de março.

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas