Carros: veja quais foram os mais vendidos do mundo em 2020

autos & etc
30.01.2021, 07:00:00

Carros: veja quais foram os mais vendidos do mundo em 2020

Saiba também detalhes do VW Taos, novo SUV da Volkswagen, e conheça quais os elétricos mais comercializados na Europa

A consultoria Focus2Move divulgou o aguardado ranking anual dos automóveis e comerciais leves mais vendidos no mundo. Os dados consolidados de 2020 mostram o Toyota Corolla na liderança mais uma vez. Somando todas as configurações de carroceria (hatchback, perua e sedã), o modelo teve 1.134.262 unidades vendidas no ano passado. A queda em relação a 2019 foi de 8,8%. Outro Toyota, o Rav4 subiu para a segunda posição, somando 971.516 unidades - crescimento de 1,9%.

1) Toyota Corolla: 1.134.262 unidades
1) Toyota Corolla: 1.134.262 unidades
2) Toyota Rav4: 971.516
2) Toyota Rav4: 971.516
3) Ford F-Series: 968.179 unidades
3) Ford F-Series: 968.179 unidades
4) Honda CR-V: 705.651
4) Honda CR-V: 705.651
5) Honda Civic: 697.945 unidades
5) Honda Civic: 697.945 unidades
6) Chevrolet Silverado: 637.750 unidades
6) Chevrolet Silverado: 637.750 unidades
7) RAM Series: 631.593
7) RAM Series: 631.593
8) Volkswagen Tiguan: 607.121
8) Volkswagen Tiguan: 607.121
9) Toyota Camry: 592.648 unidades
9) Toyota Camry: 592.648 unidades
10) Nissan Sentra: 544.376
10) Nissan Sentra: 544.376 (Fotos: divulgação)

Já as picapes da Série F da Ford caíram para a terceira posição, fechando com 968.179. A explicação foi a mudança de geração de produtos. A sequência vem com dois produtos da Honda: CR-V (705.651) e Civic (697.945). O SUV ultrapassou o Civic, aqui somando todas as variantes de categoria, em relação a 2019. Ambos tiveram vendas menores, o CR-V (-13,2%) e o Civic (-16,3%).

A Chevrolet Silverado (637.750) subiu de décimo para sexto lugar. Já as picapes da Ram (631.593) continuaram na sétima colocação.  Com a saída do Golf - que teve transição de gerações ano passado e caiu 28,2% - da lista dos dez primeiros, o Tiguan (607.121) foi o único Volkswagen do ranking.

A Toyota completou três modelos entre os dez mais vendidos com o Camry, que somou 592.648 unidades - queda de 13,2%. Na décima posição, com crescimento de 14,4%, ficou o Nissan Sentra (544.376), conhecido em alguns mercados como Sylphy.

DIVISÃO EUROPEIA
Um levantamento feito pela Jato Dynamics mostra a evolução dos emplacamentos de veículos híbridos e elétricos em 22 países da Europa. Em 2019, 61% dos modelos vendidos eram movidos a gasolina, 31% a diesel e 6,3% eram eletrificados.

No ano passado, os eletrificados corresponderam a 24% das vendas, enquanto carros a gasolina passaram para 49% e os movidos a diesel para 25%.


RANKING ELÉTRICO
Os carros puramente elétricos mais vendidos na Europa em 2020 foram: Renault Zoe (99.261 unidades), Tesla Model 3 (85.713), Volkswagen ID.3 (56.118), Hyundai Kona (47.796), VW Golf (33.650), Peugeot 208 (31.287), Kia Niro (31.019), Nissan Leaf (30.916), Audi E-Tron (26.354) e BMW i3 (23.113).

O maior crescimento em relação a 2019 foi do Niro (208%) e a maior queda do i3 (27%). O ID.3 e o 208 foram lançados em 2020.

O Renault Zoe foi o carro elétrico mais vendido na Europa em 2020

DETALHES DO TAOS
A Volkswagen confirmou que o Taos, que será produzido na Argentina, chegará ao mercado brasileiro no segundo trimestre. Em uma reunião virtual, a engenharia da empresa confirmou alguns detalhes do novo SUV. Entre os equipamentos, destaque para o freio de estacionamento elétrico, aviso de colisão frontal com frenagem de emergência e detectores de pedestres e fadiga.

As principais medidas são 4,46 metros de comprimento, 1,84 m de largura, 1,63 m de altura, 2,68 m de distância entre-eixos e seu porta-malas tem capacidade para 498 litros. O Taos terá como único propulsor no lançamento o 1.4 litro turbo, que entrega 150 cv de potência e 25,5 kgfm de torque. A aceleração de 0 a 100 km/h do veículo, que pesa 1.420 kg, é feita em 9,4 segundos.

A VW revelou novos dados do Taos, que chegará em abril ao mercado

Em relação ao Jeep Compass, principal concorrente do Taos, o novo VW tem mais 4,4 cm na distância entre-eixos, é 2,2 cm mais largo, 136 kg mais leve (em relação a uma versão flex) e o bagageiro é 88 litros maior. Lembrando que o modelo da Jeep também será atualizado nos próximos meses e vai ganhar um novo motor turbo bicombustível.

MELHOR DO BRASIL
A Haus recebeu do BMW Group os prêmios de melhor concessionária BMW, melhor concessionária MINI e melhor grupo do país em 2020, entre as quase 50 que representam a marca no mercado brasileiro. São levados em consideração fatores como volume de vendas, qualidade percebida, treinamento das equipes e padrões das instalações. A Haus pertence ao grupo baiano GNC.

17 MILHÕES
Líder do mercado brasileiro há cinco anos, a General Motors alcançou a marca de 17 milhões de carros produzidos no país. A empresa atua no Brasil desde 1925 e nesses 96 anos o modelo mais produzido foi o Chevrolet Corsa, com 3 milhões de unidades - computando hatch, perua e sedã.

RS, O ONIX ESPORTIVO
Confira, em vídeo, a avaliação da versão com visual esportivo do Chevrolet Onix. A versão RS é posicionada entre a LTZ e a Premier, com as quais compartilha o mesmo motor 1 litro turbo. Custa R$ 78.090.

Dê play e assista minhas impressões sobre o Onix RS


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas