CBF muda protocolo e amplia testagem nas competições nacionais

esportes
10.08.2020, 21:57:35
Time do São Paulo já estava no gramado do estádio da Serrinha quando o jogo contra o Goiás foi adiado (Carlos Costa/Estadão Conteúdo)

CBF muda protocolo e amplia testagem nas competições nacionais

Incidente com time do Goiás faz confederação mudar estratégia

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um dia depois do polêmico adiamento do jogo entre Goiás e São Paulo, pelo Brasileirão, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou ajustes em seu protocolo de segurança para a retomada das competições. A entidade ampliou a testagem para o novo coronavírus e confirmou que os clubes poderão realizar os exames em laboratórios locais, e não somente com o Hospital Albert Einstein.

A principal alteração no protocolo é a ampliação dos testes para todos os jogadores inscritos nos campeonatos. Antes, eram testados apenas os atletas relacionados para cada partida. A testagem acontecerá a cada rodada, com 72 horas de antecedência. A mudança começa para os jogos do dia 14, sexta-feira.

Como havia antecipado Walter Feldman, secretário-geral da CBF, em entrevista ao SporTV no domingo, a entidade vai permitir que os times utilizem laboratórios locais para realizarem seus exames. Antes do início do Brasileirão, a confederação havia orientado que todos os clubes fizessem seus testes no Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

“Para garantir a logística e a agilidade deste procedimento, os clubes poderão optar entre seguir utilizando o Hospital Albert Einstein ou, se preferirem, optar pela contratação de laboratórios locais, desde que portadores do selo de acreditação laboratorial, outorgado pelas entidades de saúde competentes, e obedecendo aos padrões de teste molecular especificados pelos protocolos”, disse a entidade em comunicado. A CBF vai reembolsar os clubes que escolherem outro laboratório. 

Alteração também quanto ao prazo para a testagem: “Os resultados deverão ser enviados à CBF até 24h antes da partida pelo clube mandante e até 12h antes da viagem pelo clube visitante, o que permitirá que qualquer equipe proceda a troca de eventuais jogadores com teste positivo”.

As mudanças ocorrem após a polêmica de domingo, quando a partida Goiás x São Paulo acabou adiada de última hora, quando os jogadores do time paulista já aqueciam no gramado, devido a dez testes positivos no elenco goiano. Nove foram confirmados pela contraprova.

Os casos foram detectados somente a poucas horas da partida por causa de falhas nos testes realizados pelo Albert Einstein na quinta-feira. O Goiás precisou refazer os exames na sexta e os resultados saíram apenas no dia da partida, válida pela rodada de abertura do Brasileirão.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas