Com risco de deslizamentos, sirene de alerta é acionada em Castelo Branco

salvador
09.04.2021, 13:19:00
Atualizado: 09.04.2021, 13:23:46

Com risco de deslizamentos, sirene de alerta é acionada em Castelo Branco

Chuvas fortes já fizeram sistema ser acionado no Alto de Terezinha

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

As sirenes do sistema de alerta do Plano Municipal de Redução de Desastres de Salvador foram acionadas nesta sexta-feira (9) no bairro de Castelo Branco pela Defesa Civil (Codesal). 

O alarme serve de sinal para que moradores da área evacuem suas casas, por conta de riscos de desabamento e deslizamento. Desde ontem, chove forte em vários pontos de Salvador. Segundo o diretor geral da Codesal, Sosthenes Macedo, "os acumulados de chuvas de 150 mm, em 72h, registrados em Moscou (Castelo Branco) e Bosque Real (Sete de Abril), tornaram necessário o acionamento das sirentes naquelas regiões, como determina o protocolo do Plano de Prevenção de Defesa Civil (PPDC)".

O prefeito Bruno Reis também comentou a decisão de acionar as sirenes. "Acabamos de acionar o Sistema de Alerta e Alarme na região de Castelo Branco/Moscou. Seguimos monitorando toda a cidade, principalmente as áreas de riscos com nossas equipes dando todo o apoio necessário. Em caso de emergência, ligue para Defesa Civil 199", disse em uma rede social.

O PPDC estabelece normas de acompanhamento das condições do tempo e das situações de risco, a exemplo de deslizamento de terra e alagamentos, realizadas pelo Cemadec, para prevenir riscos. 

Na madrugada, o acionamento das sirenes foi no bairro de Alto da Terezinha, no Subúrbio Ferroviário. As famílias foram encaminhadas a um centro de acolhimento instalado em escola municipal da região até que tudo se normalize.

Chuvas seguem no fim de semana
Segundo o Centro de Monitoramento e Alerta da Defesa Civil de Salvador (Cemadec)l, a causa das fortes chuvas é uma frente fria que chegou à capital. 

Para o final de semana, a previsão é de chuvas moderadas a fortes com riscos para alagamentos e deslizamentos de terra. Não se descarta a possibilidade de acumulados de chuva expressivos em alguns pontos da capital baiana.

A Codesal mantém plantão de 24h todos os dias da semana. Em caso de emergência, a orientação é liga para o 199.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas