Com virada relâmpago, Arsenal bate West Ham e encerra jejum

esportes
09.12.2019, 19:58:13
Atualizado: 09.12.2019, 20:05:41
(Foto: Adrian Dennis/AFP)

Com virada relâmpago, Arsenal bate West Ham e encerra jejum

Equipe comandada, interinamente, por Ljungberg estava há nove jogos sem ganhar

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Arsenal precisou de nove minutos para virar o jogo, vencer o West Ham por 3x1, nesta segunda-feira (9), no estádio Olímpico de Londres, no fechamento da 16ª rodada do Campeonato Inglês, e encerrar um jejum de nove jogos. A equipe londrina não ficava tanto tempo sem uma vitória desde março de 1977.

Foi o terceiro jogo sob o comando do sueco Fredrik Ljungberg, ex-jogador do clube, que assumiu interinamente após o espanhol Unai Emery ser demitido. O último triunfo havia sido no dia 24 de outubro sobre o Vitória de Guimarães, de Portugal, pela fase de grupos da Liga Europa.

A vitória fez o Arsenal subir duas posições na tabela, ocupando agora o nono lugar com 22 pontos. O West Ham estacionou nos 16 pontos e está em 16º.

Gabriel Martinelli foi uma das surpresas da escalação inicial de Ljungberg. Após receber oportunidades em jogos de copas e se destacar, o brasileiro aproveitou sua chance no Campeonato Inglês ao ser decisivo na virada no dérbi de Londres.

O Arsenal saiu atrás no primeiro tempo. Aos 38 minutos, após cruzamento na área, o zagueiro italiano Ogbonna cabeceou torto, mas a bola bateu em Maitland-Niles e tirou o goleiro Leno do lance. O árbitro de vídeo ainda analisou um possível toque de mão do jogador do West Ham, o que não aconteceu.

A equipe de Ljungberg não jogava bem, mas o talento de Gabriel Martinelli acordou o Arsenal. Foi dele o gol que abriu o caminho para uma virada relâmpago em apenas nove minutos. Aos 15, Lucas Torreira lançou Kolasinac pelo lado esquerdo. O lateral cruzou na área e o brasileiro surgiu para bater de pé direito no canto de David Martin. Foi o primeiro dele no Campeonato Inglês.

A virada aconteceu seis minutos depois. E foi um golaço. Aubameyang abriu para Nicolas Pépé na direita. O atacante de Costa do Marfim, que custou R$ 305 milhões, cortou para dentro e acertou um belo chute de pé esquerdo no ângulo. No terceiro, aos 24, os papéis se inverteram. Pépé cruzou e Aubameyang finalizou de pé direito, de primeira, sem chance para Martin.

Agora o Arsenal se concentra na briga para avançar ao mata-mata da Liga Europa. Na quinta-feira, o time inglês visita o Standard Liège, da Bélgica, para confirmar sua classificação no Grupo F. O empate garante o time londrino, que soma 10 pontos contra sete da equipe belga. O Eintracht Frankfurt, da Alemanha, está em segundo no grupo, com nove, e encara o Vitória de Guimarães.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas