Doação anônima: Denzel Washington pagou estudos de Chadwick Boseman

entretenimento
03.09.2020, 23:32:00
Atualizado: 03.09.2020, 23:32:58
(Fotos: Arquivo AFP)

Doação anônima: Denzel Washington pagou estudos de Chadwick Boseman

Intérprete do Pantera Negra teve curso de atuação custeado pelo ator veterano, mas ambos só se conheceram pessoalmente anos depois

Antes de brilhar na pele do lendário herói de Pantera Negra, o ator Chadwick Boseman- que faleceu na última semana vítima de um câncer de cólon, teve os estudos de atuação pagos por ninguém menos que Denzel Washington. Conforme informações do portal Uol, o gesto foi realizado de forma anônima e os dois astros só se conheceram anos depois- quando o "empurrãozinho" no talento de Boseman já mostrava grandes resultados. 

O fato aconteceu na época em que Boseman estudava direção na Universidade Howard, nos Estados Unidos. A professora do futuro astro teria insistido para que ele fizesse um curso de atuação em Oxford, Reino Unido, mas Chadwick não tinha condições financeiras para arcar com as mensalidades.

Buscando resolver o problema, a professora pediu para que um amigo assumisse os custos do estudo de Boseman, mas a identidade do doador se manteve anônima e não foi revelada ao beneficiado. Em uma entrevista ao programa Tonight Show, realizada há dois anos, o astro de Pantera Negra revelou que só descobriu que se tratava de Danzel quando retornou do curso e recebeu uma carta revelando o segredo.

Apesar disso, os dois só se conheceram na estreia de "Pantera Negra", que ocorreu em 2018 na cidade de Nova York. Na ocasião, Denzel ainda teria brincado quando Boseman revelou quem era, falando algo como: "Você me deve dinheiro. Vim cobrar!" 

Desde então, os dois se tornaram próximos e chegaram a realizar trabalhos juntos, como o filme Ma Rainey's Black Bottom, produzido por Denzel e interpretado por Boseman. Ao site The Hollywood Reporter, o ator veterano teria lamentado a morte do amigo e afirmado que ele era "uma alma gentil e um artista brilhante".

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas