Drake bate recorde dos Beatles na Hot 100

variedades
23.10.2018, 09:22:00
(Foto: Divulgação)

Drake bate recorde dos Beatles na Hot 100

O recorde pertencia aos Beatles desde 1964

O rapper  canadense, Drake quebrou um dos recordes históricos da maior parada de sucessos da Billboard, a Hot 100. Com a entrada de "MIA" na quinta posição do ranking, música feita parceria com Bad Bunny, o rapper  bateu completou a marca de 12 canções no top 10 da hot 100 em um ano. O recorde anterior do Beatles era de onze hits emplacados na parada, em 1964.

Confira todos os hits que Drake emplacou no top 10 da parada neste ano:

#1ª posição -  God's Plan (3 de fevereiro)
#7ª posição - Diplomatic Immunity (3 de fevereiro)
#5ª posição - Look Alive (3 de março)
#10ª posição - Walk it Talk It (14 de abril) 
#1ª posição - Nice For What (21 de abril)
#6ª posição - Yes Indeed (2 de junho)
#2ª posição - Nonstop (14 de julho)
#7ª posição - I'm Upset (14 de julho)
#8ª posição - Emotionless (14 de julho)
#9ª posição - Don't Matter to Me (14 de julho)
#1ª posição - In My Feelings (21 de julho)
#5ª posição - MIA (27 de outubro)

No entanto, mesmo tendo perdido o posto de mais músicas no top 10 em um mesmo ano, os Beatles ainda mantém o recorde de mais hits na primeira posição da Hot 100. Enquanto o rapper emplacou três singles no topo das paradas, os Beatles colocaram seis: "I Want to Hold Your Hand", "She Loves You", "Can't Buy Me Love", "Love Me Do", "A Hard Day's Night" e "I Fell Fine".

Além dos hits número #1 na hot 100, os beatles ainda colocaram outras cinco músicas no top 10 da mesma. Confira a lista:

#3ª posição - Please Please Me 
#2ª posição - Twist and Shout
#2ª posição - Do You Want to Know a Secret 
#10ª posição - P.S. I Love You10ª posição) 
#4ª posição - She's a Woman
 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas