Equipamentos ilegais compromentem a segurança dos carros e geram multas

brasil
11.06.2022, 11:00:00
Imprudência: fivela é vendida para quem quer enganar o sensor que lembra o motorista de afivelar o cinto de segurança (Foto: Reprodução)

Equipamentos ilegais compromentem a segurança dos carros e geram multas

As imprudências vão desde disfarçar o carro como viatura até artifícios que enganam sistemas de defesa dos veículos

Às vezes o motorista economiza em itens fundamentais para a segurança do automóvel. Prorroga uma revisão, adia a troca de um pneu... A crise econômica e os altos preços dos combustíveis aumentou o custo para rodar de carro.

Mas há os que gastam dinheiro desnecessário com itens que não agregam nada ao veículo e ainda podem render altas multas. Uma simples busca em sites de vendas de acessórios revela diversos absurdos, como a venda de sirenes policiais ou objetos que imitam uma fivela de cinto de segurança para que o sensor pare de apitar.

E isso não é uma situação exclusiva do mercado brasileiro. Existem anúncios específicos para quem possui carros da Tesla, fabricante de carros elétricos que é reconhecida pelo nível de automação dos seus modelos.

Os automóveis da Tesla, e de outras marcas que possuem a possibilidade de serem guiados de modo autônomo - ou semiautônomo -, exigem que o condutor coloque as mãos no volante em alguns momentos. Caso isso não ocorra, o carro irá emitir alertas e, posteriormente, parar.

Esse dispositivo engana o sistema do carro, que entende que há uma mão no volante

Para burlar isso, é vendido um apetrecho que simula que o volante está sendo segurado por uma mão humana, imitando inclusive, a força que o condutor faria.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), dirigir veículo com apenas uma das mãos, salvo quando necessário, já é uma infração. A multa custa R$ 130,16, uma infração média, que acumula 4 pontos na carteira. Para quem dirige sem as duas mãos, a legislação nem tem uma sanção específica, mas certamente uma autoridade de trânsito irá aplicar outras medidas para punir a atrocidade.

Cinto salva vidas
Sabe aquele aviso sonoro que é executado sempre que você coloca o carro em movimento e está sem o cinto de segurança? Ele é obrigatório em modelos novos e atua principalmente nos assentos dianteiros.

Mas por R$ 15 é possível comprar uma fivela para andar sem o equipamento de segurança e não escutar o apito. A decisão é estúpida e a multa por transitar sem o cinto é de R$ 195,23, uma infração considerada grave que agrega 5 pontos a CNH.

No anúncio, o vendedor ainda adverte: “não nos responsabilizamos por quaisquer acidentes ou multas provocadas pelo não uso do cinto de segurança. Essa decisão cabe ao motorista. Recomendamos sempre a utilização do cinto de segurança.

Não brinque de polícia
Parece brincadeira, mas é fácil comprar luzes estroboscópicas para colocar na grade do veículo e até mesmo um giroflex, semelhante aos utilizados pela Polícia Civil. Há ainda megafones e outros aparatos.

No entanto, de acordo com a legislação vigente, qualquer dispositivo ou alarme sonoro instalado em um veículo convencional de passeio, não pode se assemelhar aos alertas sonoros contínuos ou intermitentes emitidos por veículos de emergência tais como: socorro, incêndio, salvamento, polícia, ambulância e trânsito.

Kits para transformar um carro comum em uma viatura são vendidos livremente

Por meio das resoluções 268/2008 e 626/2016, o Conselho Nacional de Trânsito libera o uso do giroflex com as características descritas também em carros para atendimento de acidentes ambientais e viaturas das administrações penitenciárias utilizadas no transporte de presos - desde que estejam em serviço.

Utilizar uma sirene na moto ou no carro sem autorização é crime

O motorista que for flagrado usando em veículo não autorizado recebe multa de R$ 127,69.

Não esqueça o que é obrigatório
De acordo com o artigo 230 do CTB, conduzir o veículo sem equipamento obrigatório ou estando este ineficiente ou inoperante; ou com equipamento obrigatório em desacordo com o estabelecido pelo Contran é infração grave com penalidade de multa e retenção do veículo para regularização.

O que significa que um estepe vazio, uma paleta de limpador de para-brisa ressecada ou a falta do quebra-sol podem gerar multa grave no valor de R$ 195,23.

Ou seja, se atente ao que o seu veículo realmente precisa e evite transtornos.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas