ESG é prioridade para empresas de base florestal

estúdio correio
07.05.2022, 06:00:00
Maria José Almeida de Jesus: ela é uma ecoagente, que faz parte do projeto Ecomunidade. (Divulgação Bracell)

ESG é prioridade para empresas de base florestal

Bracell e Suzano investem nas áreas ambiental, social e de governança

Fundamental para o desenvolvimento sustentável da agroindústria brasileira, o setor de base florestal já garantiu investimentos da ordem de R$ 35,5 bilhões no país até 2023, de acordo com dados da Indústria Brasileira de Árvores (Ibá). Além da importância econômica, as companhias deste segmento investem, cada vez mais, em políticas e práticas de ESG (Ambiental, Social e de Governança, traduzido do inglês).

Na última quarta-feira (4), o diretor-geral da Bracell Bahia, Guilherme Araújo, assinou um termo de cooperação mútua, juntamente com a secretária estadual do Meio Ambiente, Márcia Telles, cujo objetivo é executar ações voltadas à proteção da biodiversidade em Unidades de Conservação (UCs) de Mata Atântica no estado, como os Cânions do Subaé e a bacia do rio Subaúma.

A iniciativa da companhia está alinhada à estratégia de negócio da empresa, que tem como um de seus objetivos centrais reforçar a importância das boas práticas para a proteção da biodiversidade. Com validade inicial de cinco anos e possibilidade de prorrogação, o acordo buscará salvaguardar o patrimônio natural, preservar os recursos hídricos e proteger espécies da fauna e da flora.
O diretor-geral da Bracell Bahia, Guilherme Araújo, destaca que a companhia está alinhada com os critérios ESG e os reconhece como um componente crítico tanto na estratégia quanto na agenda de negócios da empresa. 

“Temos em mente que somos uma indústria essencial por fornecer matérias-primas para diversos insumos necessários à bilhões de pessoas, e essa percepção nos conduz a atuar fortemente conectados com os aspectos ambientais, sociais e de governança que orientam diariamente nossos processos produtivos florestais e industriais” - Guilherme Araújo, diretor-geral da Bracell Bahia.

No âmbito social, destaque para o Projeto Educação Continuada, que propicia qualificação profissional para educadores e gestores da rede pública de nove municípios: Alagoinhas, Acajutiba, Aramari, Cardeal da Silva, Conde, Esplanada, Entre Rios, Itanagra e Inhambupe, aprimorando as práticas educacionais por meio da implantação e do fortalecimento da política Municipal de Formação Continuada.
Na esfera da governança, a Bracell (assim como as demais empresas do Grupo RGE) adota o chamado “Propósito 5C”, que se refere ao compromisso de atuar de modo que o negócio seja bom para a comunidade (community), o país (country), o clima (climate) e o cliente (costumer), pois somente assim será positivo para a empresa (company).

Mariana Lisbôa, presidente da Associação Baiana das Empresas de Base Florestal (ABAF) e líder global de Relações Corporativas da Suzano S/A. (Foto: Divulgação/Suzano)

Restauração florestal
A Suzano atua estrategicamente na implantação de corredores de biodiversidade em áreas naturais de atuação da empresa e fora dela. O objetivo é criar uma rede de Unidades de Conservação, além de proteger e conservar áreas prioritárias nos biomas da Mata Atlântica, Cerrado e Amazônia. Na Bahia, mais de 10 mil hectares de mata nativa já foram recuperados e a previsão para 2022 é de recuperação de 863 hectares. A ação faz parte das metas em longo prazo da companhia. 
Nas dimensões de governança e social, a Suzano atua de forma colaborativa com a comunidade, ao ampliar o acesso à educação e apoiar associações e cooperativas parceiras. A empresa desenvolve um trabalho com 184 comunidades em Mucuri (BA), com programas de geração de renda que beneficiam diretamente e indiretamente mais de 6,7 mil pessoas. 

Geração de renda
Ao todo, 68 associações/cooperativas são atendidas pelos programas de geração de renda desenvolvidos pela empresa, como o Programa Colmeias, que fortalece a cadeia apícola das regiões de atuação da empresa e contribui para a conservação do meio ambiente; o engajamento com as Comunidades Pesqueiras, que promove ações que impulsionam a produção de produtos de pesca; e a Associação Comunitária Golfinho, que fortalece cultura local por meio da produção de artesanatos diversos e de ações educativas com crianças, adolescentes e jovens.

“Renovar nossa forma de produzir, consumir e como nos relacionamos com a natureza é um valor para nós, da Suzano. O desenvolvimento de ações pautadas na sustentabilidade econômica, ambiental e social, e o fortalecimento do protagonismo social com as comunidades próximas das nossas operações na Bahia são iniciativas que reforçam o propósito de plantar o futuro, promovendo uma mudança positiva na sociedade” - Mariana Lisbôa, líder global de Relações Corporativas da Suzano. 

Na quinta-feira (12), o Jornal CORREIO e o portal Alô Alô Bahia promovem o I Fórum ESG Salvador, no Porto de Salvador. Inscreva-se gratuitamente aqui: bit.ly/ForumESGSalvador.

O I Fórum ESG Salvador é um projeto realizado pelo Jornal Correio e Alô Alô Bahia com o patrocínio da Acelen, Unipar, Yamana Gold, Bracell, BAMIN, Socializa e Suzano, apoio institucional da Prefeitura Municipal de Salvador e Sebrae, apoio de Contermas, Battre, Termoverde, Terra Forte, Hela, Retec, Ciclick, Larco e Grupo Lemos Passos, parceria de Vini Figueira Gastronomia, Fernanda Brinço Produção e Decoração, Uranus2 e TD Produções.


O Estúdio Correio produz conteúdo sob medida para marcas, em diferentes plataformas.


Mariana Lisbôa, líder global de Relações Corporativas da Suzano.
Mariana Lisbôa, líder global de Relações Corporativas da Suzano. (Divulgação Suzano)
Guilherme Araújo, diretor-geral da Bracell Bahia.
Guilherme Araújo, diretor-geral da Bracell Bahia. (Divulgação Bracell)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas