Espetáculo Contos Negreiros chega ao Espaço Cultural da Barroquinha

entretenimento
16.11.2019, 07:00:00
Rodrigo também assina o texto da montagem (Divulgação )

Espetáculo Contos Negreiros chega ao Espaço Cultural da Barroquinha

O ex BBB Rodrigo França é um dos protagonistas da peça que será encenada neste domingo (17)

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Lançado em 2005, o livro Contos Negreiros, do escritor Marcelino Freire, reúne contos que faz um retrato desconcertante do racismo  brasileiro. Vencedor do prêmio  Jabuti no ano seguinte, o livro foi levado aos palcos no espetáculo Contos Negreiros do Brasil, já visto por mais de 60 mil pessoas desde a estreia em 2017 . Amanhã, a montagem paulista tem apresentação única em Salvador, no Centro Cultural da Barroquinha.  

Em cena, os atores Aline Borges, Marcelo Dias e Valéria Monã interpretam alguns  personagens dos  12 contos do livro.  Entre eles,  o jovem estudante, o gay negro, a negra hipersexualizada pela sociedade, o menor infrator, a prostituta ou a idosa que se recusa a aprender a ler.

Os personagens assitem as cenas por meio de estatísticas apresentadas pelo ator, sociólogo e filósofo Rodrigo França, com dados atuais que são expostos para plateia. A direção é de Fernando Philbert e a direção musical de Maíra Freitas.

A montagem faz uma reflexão sobre os diferentes Brasis e fala da necessidade de quebrar a ideologia da democracia racial do país. E defende que, sem fazer um recorte racial, o país será sempre um cenário visto de forma romantizada, sem a realidade das periferias e  da maioria que não se enxerga na teledramaturgia e nas propagandas na TV.

“Os contos do Marcelino trazem vida a corpos objetificados, marginalizados, silenciados e hiperssexualizados”, diz Rodrigo, que assina a pesquisa para a montagem.   
  
Contos Negreiros faz uma grande homenagem aos personagens negros que fizeram história, mas que foram esquecidos ou embranquecidos, como: Machado de Assis, André Rebouças, Carolina Maria de Jesus, Virgínia Bicudo, Juliano Moreira e Lima Barreto.

Serviço:
O quê: espetáculo Contos Negreiros
Quando: domingo (17), às 19h
Onde: Espaço Cultural da Barroquinha (Praça castro Alves)
Ingresso: R$ 30| R$ 15
Venda: no Sympla

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas