LIGOU O FILTRO

Fenômeno raro deixa céu amarelado em Salvador nesta sexta (10)

Apesar da vista bonita, meteorologistas explicam que não passa de concentração de poluentes no ar

  • Foto do(a) author(a) Alan Pinheiro
  • Alan Pinheiro

Publicado em 10 de maio de 2024 às 20:02

Aerossóis de poluição, fuligem e material particulado de combustíveis fósseis, como carros e caminhões, podem ter causado a mudança na cor do céu
Aerossóis de poluição, fuligem e material particulado de combustíveis fósseis, como carros e caminhões, podem ter causado a mudança na cor do céu Crédito: Arquivo Pessoal

Moradores de Salvador acompanharam, durante a tarde desta sexta-feira (10), o céu da capital baiana mudar de cor e ficar com tons amarelados. O fenômeno, que é mais comum em centros urbanos longe do litoral, como em São Paulo, acontece pela concentração de poluentes no ar.

Quando percebeu que Salvador havia 'mudado de cor', a estudante de medicina, Nathália Freitas, disse ter ficado em êxtase com a visão de sua varanda. "Eu nunca tinha visto isso antes, foi um amarelo muito forte que tomou tudo. Até tentei tirar foto, mas meu celular não conseguia pegar a cor", disse.

Segundo a meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), Andrea Ramos, os tons de amarelo acontecem em razão da quantidade de poluentes que podem estar em suspensão na atmosfera e que, devido à incidência do sol e sua radiação, podem provocar o tom visto no céu.

"É justamente em função da quantidade de poluentes, que é proveniente de trânsito, de queimadas e isso faz com que eles fiquem em suspensão no ar. A partir disso, os raios solares emitem esse tom de amarelo, alaranjado, que é comum quando você tem questões relacionadas com poluentes ou mesmo queimadas próximas", explicou.

A meteorologista também acredita que a proximidade das nuvens pode ser outro fator que favoreceu o tom vívido de amarelo visto em Salvador. "O poluente, o material particular de suspensão e a alta concentração favoreceu esse fenômeno", completou.

Já o meteorologista Laurizio Alves acrescenta que aerossóis de poluição, fuligem e material particulado de combustíveis fósseis, como carros e caminhões, devem ter causado a mudança na cor do céu. Para ele, o fenômeno não é comum na região, principalmente por ser localizado no litoral.

“Esse fenômeno é raro. Isso seria esperado em centros urbanos como São Paulo ou em áreas próximas de queimadas de grande escala”, afirmou.

Como cinema

O fenômeno visto nos céus de Salvador despertou a curiosidade dos habitantes da cidade, que compararam nas redes sociais o céu amarelo com a forma como os filmes norte-americanos representam países latino-americanos. Até mesmo filmes de futuros distópicos que se passam em desertos, como Duna e Mad Max, foram lembrados pelos soteropolitanos.

Até o momento da publicação, moradores dos bairros do Alto de Coutos, Barra, Cabula, Imbuí, Itaigara, Nazaré e Patamares relataram terem presenciado a mudança de cor no céu da capital baiana.