Estudantes de medicina são presos com quase 2 mil remédios irregulares

brasil
18.08.2019, 20:30:00
(PRF/Divulgação)

Estudantes de medicina são presos com quase 2 mil remédios irregulares

Durante abordagem de padrão da PRF, os dois demonstraram nervosismo

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu, na tarde deste sábado, 17, na BR-277 em Cascavel, na região oeste do Paraná, 1.912 unidades de medicamentos importados ilegalmente do Paraguai - entre eles esteroides anabolizantes, abortivos e estimulantes sexuais.

Os agentes prenderam em flagrante os dois ocupantes do carro, um homem de 28 anos e uma mulher de 39 que são estudantes de medicina no Paraguai. Eles entregariam a carga ilícita em Maringá (PR).

Durante a abordagem, os policiais rodoviários federais perceberam o nervosismo dos estudantes e então fizeram uma fiscalização no veículo. Os medicamentos foram encontrados dentro das quatro portas e do encosto dos dois bancos dianteiros do carro, um Kia Sorento.

Os agentes encontraram ainda um outro pacote com cerca de 1 quilo de outra substância em pó, mas não conseguiram identificá-la no local da abordagem. De acordo com os presos, trata-se de enantato de testosterona, um tipo de anabolizante.

Segundo a PRF, os dois estudantes vão responder pelo crime de importar ilegalmente produtos destinados a fins terapêuticos ou medicinais, previsto no artigo 273 do Código Penal. A pena varia de dez a 15 anos de prisão. Eles também responderão por tráfico de drogas, cuja pena vai de cinco a 15 anos.

Na última sexta-feira, 16, outra equipe da PRF prendeu um homem com 1,2 mil anabolizantes, em Laranjeiras do Sul (PR).


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas