Ex-PM ameaça Alexandre de Moraes: 'Terça-feira vamos te matar e matar sua família'

em alta
06.09.2021, 17:32:00
Atualizado: 06.09.2021, 17:43:14
(Foto: José Cruz/Agência Brasil)

Ex-PM ameaça Alexandre de Moraes: 'Terça-feira vamos te matar e matar sua família'

Após post viralizar, conta de autor da ameaça a ministro do STF foi excluída de plataforma

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes foi ameaçado, nesta segunda-feira (6), pelo ex-policial militar Cássio Rodrigues Costa Souza, que era lotado em Minas Gerais. Em um post publicado no Twitter, o ex-PM diz que vai matar o magistrado durante as manifestações desta terça-feira (7).

“Terça-feira vamos te matar e matar toda a sua família, seu vagabundo”, escreveu no Twitter.

A ameaça foi ainda mais contundente num outro post: “Seu vagabundo, advogadinho de merda do PCC. Sou policial militar e nós militares te eliminaremos”.

Após a publicação viralizar na internet, a conta do homem foi excluída do Twitter por infringir as regras da plataforma. No entanto, a mensagem foi replicada em outros canais.

O policial não colocou foto no perfil. A página apresentava apenas uma imagem do jogador de futebol Hulk, do Atlético-MG.

Segundo o jornal Estado de Minas, o nome de Cássio Rodrigues Costa Souza aparece no Diário Oficial do Estado de Minas Gerais expedido no dia 24 de julho de 2018. O militar está na lista de policiais reformados por incapacidade física definitiva. Ele era lotado no 31º Batalhão da Polícia Militar de Minas.

Outras ameaças
Nesse domingo (5), a Polícia Federal prendeu o militante bolsonarista Márcio Giovani Nique, mais conhecido como professor Marcinho, de forma preventiva em Santa Catarina. Em uma live, ele citou um homem que 'pagaria pela cabeça' do ministro Alexandre de Moraes.

Em bar no Clube Pinheiros, em São Paulo, também no domingo, Moraes foi ofendido por um frequentador do local. O caso foi registrado na polícia, após o magistrado tomar conhecimento dos ataques que teriam ocorrido na madrugada de sexta-feira (3). 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas