Felipe Neto manda indireta para Carlinhos Maia: 'Não é frescura'

variedades
03.09.2019, 19:12:48
Atualizado: 03.09.2019, 19:15:18

Felipe Neto manda indireta para Carlinhos Maia: 'Não é frescura'

Comentário do influencer sobre jovens que tentam se matar foi criticado

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O humorista Felipe Neto voltou a criticar Carlinhos Maia após uma polêmica em que o influencer foi acusado de incentivar o suicídio de fãs. Em vídeos no stories do Instagram, o youtuber também falou sobre o Setembro Amarelo, mês da prevenção ao suicídio. "Está começando agora o Setembro Amarelo, que é justamente o período em que a gente tenta levantar, todos os anos, a conscientização a respeito da depressão, que é o mal do século no planeta inteiro", começou ele. "

Se você ouviu algum influenciador ou alguma pessoa, qualquer que seja, falando que se você tem 16 anos e está sentindo vontade de se matar você tem mais é que se matar mesmo, ignore isso.", diz Neto, em clara referência a Carlinhos. "A sua dor é legítima, seu sofrimento é real e ninguém pode dizer que não é. O que você precisa é buscar maneiras para conseguir melhorar, porque você tem uma doença. Não é frescura", finalizou.

No final de semana, Carlinhos Maia provocou revolta depois de criticar jovens que tentam se matar. "Venha perguntar a uma mulher de 75 anos, que até hoje trabalha, sustenta os netos, que até hoje está varrendo o quintal, que está catando latinha na rua para sustentar os bisnetos, venha perguntar se ela se matou com 16 anos. Eu não sei os seus motivos, mas sei os delas”, disse. Depois ele apagou os vídeos. 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas