Flamengo vence o Inter de virada e fica a uma vitória do título

esportes
21.02.2021, 18:27:00
Atualizado: 21.02.2021, 22:01:53
Gabigol decretou a virada do Flamengo sobre o Inter no Maracanã (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

Flamengo vence o Inter de virada e fica a uma vitória do título

Rubro-negro assumiu a liderança do Brasileirão na penúltima rodada

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Flamengo é o novo líder do Brasileirão. O rubro-negro bateu o Internacional de virada neste domingo (21), por 2x1, na 'decisão antecipada' no Maracanã e assumiu a ponta da tabela, na penúltima rodada. Agora, está a uma vitória de faturar mais um título da Série A, o segundo em sequência.

Depois de o Colorado abrir o placar de pênalti com Edenilson, Arrascaeta marcou, ainda no primeiro tempo, e empatou. Aos três minutos da segunda etapa, Rodinei foi expulso. O lateral-direito, aliás, foi figura central durante a semana, já que o Inter teve que pagar multa contratual de R$ 1 milhão ao Fla para escalar o jogador - o valor foi doado por um torcedor. Aos 17 minutos, Gabigol fez o 2x1 e decretou a virada. No fim, Pedro ainda teve dois gols anulados.

Com o resultado, o time do técnico Rogério Ceni chegou aos 71 pontos. Já o Internacional - que dependia de uma vitória para ser campeão, após 41 anos - ficou estacionado nos 69 e caiu para segundo. A definição do título será nesta quinta-feira (25), às 21h30, na última rodada. O Flamengo visita o São Paulo no Morumbi e levanta a taça com um triunfo. Já o Colorado precisa derrotar o Corinthians em casa e torcer por um tropeço carioca.

Para a partida, o rubro-negro não teve em campo Willian Arão, que fraturou um dedo no pé direito. Para a posição, foi escolhido Gustavo Henrique. E foi o zagueiro que cometeu o pênalti que originou o gol do Inter: aos 8 minutos, puxou Yuri Alberto na área. A arbitragem viu e marcou a penalidade. Edinilson cobrou bem e fez o 1x0, aos 11.

A vantagem no placar não fez o time de Abel Braga recuar. O Colorado quase ampliou pouco depois, quando Edenilson lançou Yuri Alberto na frente, que chutou para fora.

Precisando vencer para impedir o título do rival, o Flamengo passou a pressionar, mas encontrava dificuldade para criar. Até que, aos 28, Bruno Henrique fez linda jogada e cruzou para Arrascaeta, que mandou para o gol para empatar. 

Aos 42, veio nova chance para o Inter, quando Rodinei avançou pela direita e chutou. Só que a bola desviou na zaga e explodiu na trave esquerda de Hugo Souza.

No começo do segundo tempo, Rodinei deu um pisão no tornozelo de Filipe Luís. O VAR acionou Raphael Claus e recomendou que o árbitro de campo revisasse o lance. Ele, então, expulsou o lateral do Colorado.

Com um a mais, o Flamengo se lançou ao ataque e conseguiu a virada aos 17 minutos. Arrascaeta recebeu de Bruno Henrique e deu ótimo passe para Gabigol na área. O atacante, sem precisar dominar, finalizou na saída de Lomba e colocou o anfitrião na frente.

O rubro-negro seguiu investindo no ataque e, aos 34, voltou a balançar a rede com Pedro, mas o gol foi anulado por impedimento. Aos 47, o camisa 21 marcou novamente. Só que o VAR recomendou a revisão e Claus anulou por falta do atacante na jogada. O Inter até insistiu no fim, mas o clube carioca segurou o resultado e virou líder.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas