Homem contrai infecção mortal após roer unha e precisa fazer cirurgia às pressas

em alta
27.01.2020, 15:09:00
Atualizado: 27.01.2020, 15:15:55
(Foto: Reprodução)

Homem contrai infecção mortal após roer unha e precisa fazer cirurgia às pressas

Médicos afirmaram que, caso o paciente da Escócia tivesse demorado mais, poderia ter morrido

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um homem, que não teve a identidade revelada, precisou ser internado às pressas em um hospital de Glasgow, na Escócia, após contrair uma infecção mortal roendo unha. Segundo o jornal Mirror, antes de ir ao centro cirúrgico, já em estado grave, o paciente passou por dois farmacêuticos.

Uma amiga do paciente, Karen Peat, compartilhou um relato em seu Facebook, alertando para os riscos de roer unha. 

"Alguém que eu conheço, que prefere não se identificar, roeu tanto a unha que terminou parando no Glasgow Royal Infirmary para uma cirurgia de emergência após ter pego uma grave infecção nos dedos", relata.

Os médicos falaram ao paciente que, caso ele tivesse demorado mais, a infecção poderia se alastrar pelo braço, levando ele a morte.

Em 2018, o inglês Luke Hanoman, de 28 anos, quase morreu de sepse após infecção iniciada em um dedo cuja unha havia sido continuamente roída por ele.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas