Identificadas todas as vítimas do acidente que matou Kobe Bryant

esportes
27.01.2020, 16:50:00
Atualizado: 27.01.2020, 16:50:07
(Foto: Reprodução/CBS Los Angeles)

Identificadas todas as vítimas do acidente que matou Kobe Bryant

Além do astro e da filha Gianna, faleceram outras 7 pessoas

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O acidente de helicóptero que matou Kobe Bryant e a filha Gianna, no último domingo (26), em Calabasas, na Califórnia, deixou outras sete vítimas. Todas já foram identificadas e são:

  • John Altobelli, Keri Altobelli e Alyssa Altobelli;
  • Sarah Chester e Payton Chester;
  • Christina Mauser
  • Ara Zobayan
  • Além de Kobe Bryant e Gianna Bryant.

Todos estavam a caminho de um jogo de basquete em Thousand Oaks, no centro de treinamento Mamba Academy, construído por Kobe. Saiba mais sobre cada vítima, com informações do Los Angeles Times e da CBS.

Família Altobelli
John Altobelli era técnico de beisebol da Orange Coast College há 27 anos e conduziu a equipe a mais de 700 vitórias e a quatro títulos intercolegiais. Com a mulher, Keri, incentivava a filha mais nova, Alyssa, a praticar esportes. No caso da menina, de 13 anos, a modalidade escolhida foi o basquete - e ela jogava no mesmo time de Gianna.

"Alto era um dos melhores homens que eu já conheci. Se um menino jogasse para ele, ele tratava aquele menino como se fosse seu próprio filho", disse Nate Johnson, assistente técnico de Altobelli no colégio, em entrevista ao Los Angeles Times.

Após a família Bryant, os Altobelli foram os primeiros identificados no acidente.

Família Chester
Payton, assim como Gianna e Alyssa, também atuaria no jogo de basquete na Mamba Academy e estava indo a caminho do CT acompanhada também da mãe, Sarah.

"Enquanto o mundo sofre com a perda de um dinâmico atleta e humanitarista, eu sofro com a perda de duas pessoas tão importantes quanto. O impacto delas tão significativo, as perdas vão ser tão sentidas quanto e nossos corações estão tão destroçados quanto", escreveu Todd Schmidt, diretor do colégio onde Payton estudava.

"Perdi as mais incríveis mãe e irmã", lamentou Riley Chester, irmão da menina e filho de Sarah.

Christina Mauser
Era técnica de basquete e educação física na escola Harbor Day, na Califórnia. Em 2017, comandou Gianna Bryant ao título escolar. Marido de Christina, Matthew Mauser lamentou no Facebook a morte da esposa.

"Nós perdemos nossa linda mulher e mãe em um acidente de helicóptero. Por favor, respeitem nossa privacidade. Obrigado por todos os pensamentos positivos que significam tanto", postou Matthew, que também treinou a equipe da Harbor Day.

Ara Zobayan
Era o piloto do helicóptero. Nascido na Romênia, comandava aeronaves na Califórnia há 20 anos e era instrutor de voo certificado. "Ele [Kobe] não deixava ninguém mais o levar por aí a não ser Ara", afirmou Darren Kemp, piloto que foi aluno de Ara, em entrevista ao Los Angeles Times.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas