Liverpool escala time de jovens e vence clássico com golaço; veja

esportes
05.01.2020, 16:41:00
Atualizado: 06.01.2020, 10:26:23
Curtis Jones se tornou o atleta mais jovem a marcar no clássico de Merseyside, onde Liverpool e Everton se enfrentam (Foto: Paul Ellis/AFP)

Liverpool escala time de jovens e vence clássico com golaço; veja

Reds ganharam do Everton por 1x0 na Copa da Inglaterra

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Semanas vêm e vão. Um ano já foi e outro chegou. E a pergunta segue firme e forte: quem pode parar o Liverpool? O time que está há um ano sem perder no campeonato que é apontado como o mais competitivo do mundo aprontou mais uma neste sabádo (5). Por conta do calendário pesado, o técnico Jürgen Klopp decidiu escalar um time completamente reserva para enfrentar o Everton pela quarta fase da FA Cup, a Copa da Inglaterra.

Mesmo sem seus craques como Salah, Firmino, Mané, Alisson e van Dijk, os Reds venceram o clássico de Mereyside com um golaço marcado pelo garoto Curtis Jones, de apenas 18 anos, dentro do Anfield Road - a casa do Liverpool. Com o resultado, o time campeão do mundo despachou o Everton e avança para a 4ª fase do torneio mais antigo da história do futebol.

O jogo
Os nomes mais famosos escalados por Klopp para o jogo foram Joe Gomez, Lallana e Origi - eram os jogadores mais experientes ao lado de James Milner, improvisado na lateral por conta da lesão precoce do titular Larouci. Outra figurinhas conhecida em campo foi o goleiro Adrián.

Klopp também aproveitou o jogo para colocar o recém-contratado Takumi Minamino, japonês de 24 anos que chegamos atenção do Liverpool após passagem no RB Salzburg.

O primeiro tempo foi de melhores chances do Everton, que não soube aproveitar para desgosto do técnico Carlo Ancelotti. Apesar do menor volume de chances, quem viu o jogo pode assistir a um Liverpool mais consistente que os Toffes. Fato que se ampliou no segundo tempo quando a garotada já estava de pernas mais leves e conseguiu controlar mais a bola.

Como tem sido de praxe a esse time do Liverpool, bastaria uma bola para o bote certeiro. E ele veio feito uma obra de arte aos 26 minutos da segunda etapa quando Curtis Jones recebeu passe de Origi e acertou um chute esplendoroso, negando qualquer chance de defesa a Jordan Pickford.

Com 18 anos e 240 dias, Curtis Jones se tornou o jogador mais jovem a marcar um gol no dérbi de Merseyside, quebrando um recorde estabelecido em março de 1994.

O gol foi mais do que suficiente para o Liverpool avançar e pisar um pouco mais em seus rivais de cidade. A última vitória do Everton nos Reds foi em outubro de 2010, dentro do Goodison Park. O tabu no Anfield é ainda maior: desde 1999 os Toffees não sabem o que é vencer em território rival. Parece que todo o jogo é dia de comemoração para o Liverpool. Será que alguém pode pará-los?

*com supervisão do subeditor Ivan Dias Marques

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas