Lote de trilhos da Fiol chega a Salvador e recebe certificação

bahia
14.10.2021, 18:39:00
Atualizado: 14.10.2021, 18:58:24
(Foto: Divulgação)

Lote de trilhos da Fiol chega a Salvador e recebe certificação

Carga será utilizada para construir 167km da ferrovia

Um lote de trilhos para a construção da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) desembarcou no Porto de Salvador no último sábado (9). Na tarde desta quinta-feira (14), o corpo diretivo da Companhia das Docas da Bahia (Codeba) e a diretoria da Valec Engenharia, Construções e Ferrovias S/A, representando o Ministério da Infraestrutura, juntamente com diretoria do Tecon  Salvador participaram da solenidade de certificação técnica e entrega.

No Porto, as autoridades acompanharam a descarga final dos trilhos e as atividades técnicas de inspeção, para viabilizar a liberação do transporte ao destino final. 

“A FIOL representa a geração de milhares de empregos diretos, concretização de novos negócios e, consequentemente, o desenvolvimento econômico e social da Bahia e da Região Nordeste. Pode ser o primeiro passo para a reintegrações dos portos baianos com a malha ferroviária brasileira”, afirmou o diretor-presidente da Codeba, Carlos Autran Amaral.

O navio Pretty Universe atracou com 20.035 toneladas de carga, (27.827 peças), o equivalente a 167 km de ferrovia. As peças são destinadas ao trecho 2, que liga os municípios de Caetité e Barreiras, na Bahia, num total de 485km. A previsão do Governo Federal é para a entrega desse 2º trecho em 2022. 

Outros dois navios com remessas de trilhos para a obra estão previstos para chegar em novembro e dezembro ao Porto de Salvador. Um deles já está a caminho.

“O Tecon Salvador tem expertise na operacionalização das chamadas cargas de projeto, com medidas de proporções gigantes e que exigem equipe especializada e infraestrutura de ponta, explica Demir Lourenço, diretor executivo do Terminal de Contêineres.

A Fiol terá um total de 1.527 km, (cerca de 1.400 km em solo baiano) ligando o futuro Porto Sul, na região de Ilhéus, ao município de Figueirópolis (TO), onde se conectará com a Ferrovia Norte-Sul e o restante do país. 

"A ferrovia já está preparada para receber esses insumos, o que vai agilizar a entrega desse importante trecho ferroviário”, afirmou o presidente da Valec, André Kuhn.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas