Luna vence Panorama Coisa de Cinema; veja lista de ganhadores

entretenimento
22.11.2018, 05:30:00
Luna é o grande vencedor da mostra (Divulgação)

Luna vence Panorama Coisa de Cinema; veja lista de ganhadores

Na Competitiva Baiana, o filmes Bando, de Lázaro Ramos e Thiago Gomes, venceu categoria

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O drama mineiro Luna foi o grande vencedor do Panorama Internacional Coisa de Cinema, que terminou nesta quarta-feira (21), depois de uma semana de programação intensa, em Salvador e Cachoeira.

Dirigido por Cris Azzi, Luna foi eleito o Melhor Longa na Competitiva Nacional, a principal do festival, que também premiou como Melhor Curta o paulista Mesmo Com Tanta Agonia, de Alice Andrade Drummond.

Panorama premiou como Melhor Curta o paulista Mesmo Com Tanta Agonia, de Alice Andrade Drummond

Luna narra a história de Luana e sua amizade com Emília, jovens de  classes sociais diferentes que, em comum, buscam por autoafirmação e pertencimento. O drama tem como ponto de partida a angústia de Luana ao ver seu corpo sendo exposto nas redes sociais, trazendo o debate para um temo muito atual.

Filme Luna atravessa temas como a descoberta da sexualidade feminina associada à autoexposição favorecida pelas novas mídias, a busca por novas experiências, principalmente por pertencimento e autoafirmação

Na Competitiva Baiana, os destaques ficaram com os filmes Bando, de Lázaro Ramos e Thiago Gomes, eleito Melhor Longa, e com os curtas Náufraga, de Juh Almeida, e Sarau da Onça - A Poesia da Quebrada, de Vinicius Elizário.

Bando venceu categoria local
(Foto: Divulgação)

A Competitiva Internacional foi vencida pela produção holandesa Amor é Batata - Aliona Van Der Horst. Veja todos os vencedores abaixo.

COMPETITIVA NACIONAL

  • Júri Oficial

Melhor longa nacional: 
Luna - Cris Azzi (MG)

Melhor curta nacional: 
Mesmo Com Tanta Agonia - Alice Andrade Drummond (SP)

Menção Especial: 
Ilha - Ary Rosa e Glenda Nicácio (BA)

  • Júri Jovem

Melhor longa nacional:
Ilha - Ary Rosa e Glenda Nicácio (BA)

Melhor curta nacional: 
Estamos Todos Aqui - Chico Santos e Rafael Mellim (SP)

  • Júri APC Bahia

Melhor longa nacional:
Deslembro - Flávia Castro (RJ)

Melhor curta nacional:
Guaxuma - Nara Normande (PE)
 

  • Menção Honrosa:

Mesmo com Tanta Agonia - Alice Andrade Drummond (SP)

  • Prêmio de Aquisição Elo Company 

As Balas que Não Dei a Meu Filho - Thiago Gomes (BA)

COMPETITIVA BAIANA

  • Júri Oficial

Melhor longa baiano:
Bando, um filme de - Lázaro Ramos e Thiago Gomes

Melhor curta baiano (dois escolhidos): 
Náufraga -  Juh Almeida
Sarau da Onça - A poesia de quebrada, de Vinicius Eliziário

  • Júri Jovem

Melhor longa baiano:
Dr. Ocride - Edson Bastos e Henrique Filho

Melhor curta baiano:
Motriz - Tais Amordivino

  • Júri APC Bahia

Melhor longa baiano:
Dr. Ocride - Edson Bastos e Henrique Filho

Melhor curta baiano:
Tempo - Victor Uchôa

COMPETITIVA INTERNACIONAL

  • Júri Oficial

Melhor longa internacional:
Amor é Batata - Aliona van der Horst (Holanda)

Melhor curta internacional:
Água Mole - Laura Gonçalves e Alexandra Ramires (Portugal)

Menção Honrosa Longa:
O Termômetro de Galileu - Teresa Villaverde (Portugal)

Menção Honrosa Curta:
Todas Estas Criaturas - Charles Williams (Austrália)

PRÊMIO INDIELISBOA (filmes serão exibidos no festival português)

Melhor longa:
Chuva é Cantoria na Aldeia dos Mortos - João Salaviza e Renée Nader (Brasil/Portugal)

Melhor curta:
Guaxuma - Nara Normande (PE)

COMPETITIVA ESPECIAL DE CACHOEIRA

  • Melhor longa:

Fabiana - Brunna Laboissiére (SP)

  • Melhor curta:

Liberdade - Pedro Nishe e Vinicius Silva (SP)

  • Prêmio Especial:

Fábio Leal, por sua atuação em Reforma (PE)

  • Menção Honrosa:

Orgulho - Ricardo Sena (BA)

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas