Mãe de Natália, do BBB 22, reprova sexo com Eli: 'Falei umas 100 vezes para ela: não faça'

entretenimento
05.04.2022, 18:58:00
(Reprodução)

Mãe de Natália, do BBB 22, reprova sexo com Eli: 'Falei umas 100 vezes para ela: não faça'

A mãe da sister não acredita que relacionamento vai longe

A relação de Natália e Eli não incomoda só os confinados da casa, mas tem dado o que falar também fora dela. Daniela, mãe da sister é uma das incomodadas.

A mãe da "BadNat" disse, em entrevista ao canal "De cara com Douglas Nobre", no YouTube, que aconselhou a filha a não se relacionar sexualmente dentro do confinamento. "Eu me incomodo, sim, porque foi algo que eu combinei com ela. É tipo comer doce: comeu doce, e depois quer comer de novo. Falei com ela para ela segurar o máximo que pudesse. Mas é algo também que eu não posso questionar, porque é algo dela, né, ela é uma menina mulher, ela sabe o que está sentindo, o que precisa no momento", disse.

Apesar disso, reiterou o posicionamento: "Eu falei umas 100 vezes para ela: não faça, de jeito nenhum".

Daniela também não acredita que a relação com Eli vai longe. E foi enfática ao responder se acha que a relação vai continuar após o programa: "Não, de jeito nenhum".

Leia mais: Natália ameaça Eliezer no BBB 22: 'Ou transa comigo, ou voto em você' - Jornal Correio (correio24horas.com.br)

Ela disse que não apoia o casal, porque Eli fazia parte do grupo de brothers que hostilizava Natália: "Como eu não vejo muitas críticas sobre o Eli, mas vejo muitas críticas sobre ela, em questão sobre o jogo, eu achei que ela ficar decepcionada com o Eli porque ele votou nela. O início do 'massacre' que passou na vida dela, ele estava participante. Então eu fiquei meio assim com esse relacionamento...".

Mas continuou afirmando que a filha é boa de perdoar: "A Natália é uma pessoa que sabe perdoar demais, ela dá várias chances para a pessoa, ela é assim, vai dando oportunidades".

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas