Neymar e Mbappé brilham e comandam vitória do PSG sobre o Bayern

esportes
07.04.2021, 18:17:00
Atualizado: 07.04.2021, 18:17:31
Neymar deu duas assistências na vitória do PSG sobre o Bayern (Foto: Christof Stache/AFP)

Neymar e Mbappé brilham e comandam vitória do PSG sobre o Bayern

Craque brasileiro dá duas assistências, francês faz dois, Marquinhos deixa o seu e time de Paris ganha por 3x2; Choupo-Moting e Müller descontaram

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Paris Saint-Germain contou com o talento de Mbappé e Neymar para derrotar o Bayern de Munique por 3x2 nesta quarta-feira (7), na Alemanha, e abrir vantagem nas quartas de final da Liga dos Campeões. O craque brasileiro, muito criticado pela imprensa francesa por conta do destempero que causou a sua expulsão diante do Lille no fim de semana, respondeu com duas assistências, e o jovem francês foi o nome do jogo ao balançar as redes duas vezes.

O zagueiro Marquinhos também marcou contra o rival alemão, que sentiu a falta do goleador Robert Lewandowski, lesionado.

Fez a diferença a favor do PSG a eficiência no ataque. O time francês, liderado por Neymar e Mbappé, entrou em campo armado para definir o jogo no contra-ataque e assim o fez, sendo mais letal que o rival alemão, que teve muito volume de jogo, amassou o adversário, especialmente na etapa final, finalizou quase 30 vezes no total, mas desperdiçou muitos gols.

Com o resultado, a equipe parisiense tem a vantagem de poder perder por até um gol de diferença no jogo de volta para se classificar às semifinais da Liga dos Campeões, enquanto que o time de Munique terá de vencer por dois gols de diferença. O duelo está marcado para a próxima terça-feira, às 16h, no Parque dos Príncipes, em Paris.

O PSG começou em ritmo acelerado e abriu o placar aos três minutos. Neymar tabelou com Di María, arrancou e rolou para Mbappé chegar arrematando de primeira, com força. O chute foi em direção ao meio do gol e Neuer, que raramente falha, deixou a bola passar por debaixo de suas pernas.

Aos 12 minutos, o time francês balançou as redes novamente, desta vez com o meio-campista Draxler, mas o assistente flagrou impedimento de Mbappé na origem da jogada e anulou o gol do alemão.

Acuado, o Bayern só respondeu pela primeira vez aos 18, com Goretzka, que, após falta para a área, apareceu para desviar, mas viu Navas salvar o PSG com os pés. Na sequência, Pavard arriscou uma bomba e o goleiro costa-riquenho fez mais uma bela defesa.

A fim de jogo, Neymar fez a diferença mais uma vez e foi determinante para o segundo gol do PSG, marcado aos 29 minutos. O astro brasileiro cruzou de esquerda para Marquinhos. Completamente livre na área e em posição legal, contando com o erro da defesa rival, o zagueiro dominou bem e bateu no canto esquerdo de Neuer para ampliar o placar em Munique. Depois, o defensor brasileiro saiu de campo lesionado.

Os anfitriões sentiram falta do seu goleador, o polonês Robert Lewandowski, que se recupera de lesão, mas tiveram poder de fogo para chegar ao empate. Choupo-Moting, ex-jogador do PSG, recebeu cruzamento na medida de Pavard e subiu bonito para cabecear no canto direito e diminuir a desvantagem aos 37 do primeiro tempo

No início do segundo tempo, o time alemão teve espaço e calma para chegar ao empate. Dominou os franceses e, com paciência, marcou o segundo gol novamente pelo alto. Kimmich cobrou falta precisa na cabeça de Müller, que subiu mais alto que a zaga adversária e testou para as redes aos 15 minutos.

Depois de ser dominado e sofrer com a lentidão no ataque, o PSG voltou a acelerar e retomou a vantagem aos 23 minutos contando com o talento e eficiência de Mbappé. O jovem francês foi lançado por Di María em contra-ataque letal, invadiu a área e tocou rasteiro, sem chances para Neuer.

Depois de voltar a ficar à frente no placar, os franceses passaram novamente por sufoco diante da pressão do Bayern, mas conseguiram sustentar a importante vantagem que deixa a equipe numa situação razoavelmente confortável para decidir em casa a vaga às semifinais da competição na qual busca o seu primeiro título.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas