Nostalgia domina ruas e redes após anúncio da turnê de Sandy & Júnior

entre
30.06.2019, 07:00:00
(Manuela Scarpa/Brazil News/Divulgação | Com Correio Gráficos)

Nostalgia domina ruas e redes após anúncio da turnê de Sandy & Júnior

Relembre shows da dupla em Salvador e saiba qual o papel da nostalgia nesse fenômeno

O ‘turu turu aqui dentro’ está batendo mais forte no coração de milhares de fãs de Sandy & Júnior desde março, quando os irmãos anunciaram a volta aos palcos, após 12 anos separados. A turnê Nossa História passará por 11 cidades entre julho e agosto, incluindo Salvador, segunda parada dos cantores, que se apresentam na Arena Fonte Nova, no dia 13 de julho, após estrear em Recife no dia 12. 

Faltando 13 dias para apresentação da dupla de maior sucesso entre crianças e adolescentes do final dos anos 1980 e 2000, o clima de frisson e nostalgia invadiu as ruas e as redes sociais. Milhares de fãs, grande parte da geração millennial (jovens adultos nascidos entre 1979 e 1995), relembram histórias envolvendo os paulistas. Muitos enfrentaram loooongas filas de espera, reais e virtuais, para ter a chance de comemorar os 30 anos da primeira apresentação da dupla. Não à toa, todos os ingressos esgotaram para os 15 shows da turnê - mais de 15 mil ingressos foram vendidos para a apresentação de Sandy & Júnior na capital baiana.

São Paulo: Sandy & Junior fizeram pocket show de lançamento da turnê em abril
(Foto: Manuela Scarpa/Brazil News/Divulgação)

O auê surpreendeu até mesmo os artistas. Sandy, 36 anos, diz estar emocionada, feliz e assustada com a reação da galera.

“Estou surpresa! São muitas emoções ao mesmo tempo. Temos muito amor e orgulho pelo que construímos juntos. Só estávamos esperando o momento em que estivéssemos prontos”, explica ela, que lançou seu quarto álbum solo, Nós, Voz, Eles, no final de 2018.

Os irmãos estão animados para todos os shows, mas querem mesmo é se divertir nos três meses na estrada e proporcionar uma atmosfera afetiva para os fãs fiéis que, em sua maioria, cresceram com eles. “Nossos fãs nunca deixaram de pedir ao menos um reencontro. A gente tem total consciência de que hoje eles são adultos e curtem novas sonoridades. Mas muitos devem se recordar do som que fazíamos com o mesmo carinho com que nós dois”, completa Junior Lima, 35. 

Sandy & Junior retornaram aos palcos em março, no programa Caldeirão do Huck
(Foto: Raquel Cunha/TV Globo)

O multi-instrumentista assume a direção musical do projeto ao lado do músico e produtor Lucas Lima, marido de Sandy. Raoni Carneiro assina a direção geral da turnê. Sandy divide a direção artística com o irmão e antecipa que vai presentear os fãs com um ‘show de Sandy e Junior’ completo, com direito a ballet, muita luz e led, para que possam relembrar os maiores sucessos da dupla. “Queremos dividir isso com quem não pôde ver na época, mas acompanhava a carreira, o programa, etc”, pontua.

Sandy & Junior no Altas Horas
 (Foto: Fábio Rocha/TV Globo)

Difícil mesmo vai ser revisitar a discografia dos 17 anos de carreira em duas horas de espetáculo. Não vão faltar sucessos que lideraram as paradas das rádios, como Vamo Pulá, Turu Turu, Desperdiçou, A Lenda, Não dá Pra Não Pensar, Love Never Fails, Quatro Estações e Inesquecível.

(Foto: Fábio Rocha/TV Globo)

Essa última, inclusive, é a ‘música da vida’ de Erica Fagundes, 33. A analista em marketing digital se juntou aos amigos jornalistas Leonardo Torres, 29, e Raffaela Lima, 31, e comprou ingressos para todas as 15 apresentações da turnê Nossa História. Cada um  dos fãs, que são cariocas, investiu cerca de R$ 4 mil apenas nos ingressos, enquanto as passagens para as 11 cidades estão sendo compradas aos poucos. “A gente parcelou tudo: ingressos, passagens e foi jogando pra frente. São vários meses pagando, mas é isso aí: é um sonho. A gente trabalha também para isso”, explica Erica. Para materializar a maratona, ela conseguiu folga no trabalho às sextas-feiras no período. 

Super fãs: trio vai para todos shows: Leonardo Torres, Raffa Lima e Erica Fagundes
(Foto: Lueny Sellmann/Divulgação)

Fã dos filhos de Xororó há cerca de 20 anos, a carioca já fez várias loucuras pela dupla de 2000 a 2007, ano em que se separaram. Dormiu em rodoviárias, pegou filas quilométricas e até entrou em lugares de ‘penetra’ para encontrá-los. Também por isso, perdeu as contas de quantos shows já foi e de quantas vezes os encontrou pessoalmente.

Vários encontros: Erica com Sandy e Junior
(Fotos: Arquivo pessoal)

“Tenho bastante coisa deles. Fotos juntos, fotos autografadas, CDs, VHS de show e da novela gravados, pôsteres, revistas, etc. Já viajei para longe atrás deles com meus amigos. A gente não está fazendo nada diferente do que fizemos a anos atrás”, comenta ela.

(Foto: Lueny Sellmann/Divulgação)

O trio decidiu filmar todos os passos do retorno dos músicos. No perfil @EuVouComSandyeJunior, que já soma mais de 12 mil seguidores no Instagram, as ações já começaram, com divulgação de descontos, sorteios e bate-papos com outros fãs de todo o país. “Conheço e amo Salvador. Queremos tornar cada parada especial”, afirma Erica. Por aqui, os amigos planejam gravar um vídeo dançando a conhecida coreografia de Dig-Dig-Joy no Pelourinho.

(Foto: Lueny Sellmann/Divulgação)

Além das emoções que os irmãos despertam nos millennials, a nostalgia tem um papel fundamental nesse fenômeno, explica o psicanalista e psiquiatra Marcelo Veras. “É da natureza humana buscar apoio nas memorias afetivas mais reconfortantes nas crises e momentos de adversidade. O retorno dos ídolos antigos está presente na vida de todos nós. É uma maneira de marcar a nossa ligação afetiva com a nossa própria história de vida em momentos que encontrávamos prazer, satisfação de vida, mesmo que momentânea”, explica o especialista.

Veras pontua que esse apoio no passado ganha ainda mais valor quando o momento tem uma espécie de preciosidade única. “Quando você tem a impressão de que não vai ver aquilo nunca mais, o momento se valoriza ainda mais. Essa dupla soube fazer isso. Quem viver aquele momento vai lembrar. E, como tudo na vida contemporânea vira mercadoria, isso está sendo explorado desde o vendedor de camiseta até programas de televisão e marcas de produtos. O capitalismo não perdoa”, acrescenta.

Fãs baianos lembram momentos com Sandy & Junior

Se depender dos fãs baianos, o show de Sandy & Junior na terra do dendê vai ser único. Afinal, faz quase 15 anos desde a última vez em que os irmãos se apresentaram juntos em Salvador, no dia 5 de dezembro 2004, quando trouxeram a turnê Identidade para a Bahia Marina. No mesmo ano, lotaram o Parque de Exposições no dia 1º de fevereiro, no Festival de Verão.

Em 2001, aterrissaram na capital baiana para um show da turnê As Quatro Estrações, também no Parque de Exposições; fizeram um show no antigo Aeroclube; e também se apresentaram em Feira de Santana. Em 1999, levaram uma multidão para o Clube Espanhol em um show do CD Era Uma Vez.

Em outubro de 2001, dupla foi recebida por centenas de fãs no aeroporto.
Em outubro de 2001, dupla foi recebida por centenas de fãs no aeroporto. (Edmar Melo/Arquivo CORREIO)
Em 2001, fizeram um show no antigo Aeroclube
Em 2001, fizeram um show no antigo Aeroclube (Edmar Melo/Arquivo CORREIO)
As Quatro Estações: Turnê do disco passou por Salvador em 15 de novembro de 2001. Em 1999, cantaram no Clube Espanhol.
As Quatro Estações: Turnê do disco passou por Salvador em 15 de novembro de 2001. Em 1999, cantaram no Clube Espanhol. (Edmar Melo/Arquivo CORREIO)
Turnê As Quatro Estações teve troca de figurinos e muitas coreografias
Turnê As Quatro Estações teve troca de figurinos e muitas coreografias (Edmar Melo/Arquivo CORREIO)
2004: Irmãos vieram para Bahia juntos pela última vez no Festival de Verão.
2004: Irmãos vieram para Bahia juntos pela última vez no Festival de Verão. (Evandro Veiga/Arquivo CORREIO)
Auge: Em 2001, dupla cantou em Feira de Santana
Auge: Em 2001, dupla cantou em Feira de Santana (Paulo M. Azevedo/Arquivo CORREIO)

O analista de marketing digital baiano Felipe Andrade, 27, lembra direitinho desse dia. “Foi meu primeiro show deles. Passei a acompanhá-los como fã quando ganhei dos meus pais o CD+VHS do show Era Uma Vez... Ao Vivo. Sandy e Junior estavam começando a transição da infância para a pré-adolescência e a sonoridade pop chamou minha atenção”, lembra, ressaltando que as músicas deles embalaram toda sua infância e adolescência.

Felipe Andrade, 27, é fã da dupla desde pequeno
(Foto: Arquivo Pessoal)

Ele colecionava todos os CDs, DVDs, assistia ao seriado da Globo todo domingo e foi a todos os shows deles em Salvador. “Sandy e Junior se tornou um fenômeno dentro da minha própria casa. Os ouvia o tempo inteiro, meus pais cantavam as músicas comigo no carro e até tinham suas favoritas. Eu brincava com minha prima que ela era Sandy e eu era Junior e nós fingíamos que estávamos fazendo o show deles. Sabíamos toda a dinâmica das turnês, as coreografias, as movimentações de palco, os momentos em que eles falavam com o público, tudo!”, recorda. 

Em 2001, Felipe e a prima conheceram a dupla pessoalmente durante uma coletiva de imprensa no Rock in Rio Café, no antigo Aeroclube, quando eles vieram lançar o CD e anunciar a carreira internacional. “Nós conseguimos entrar para assistir e conhecê-los pessoalmente. Foi um momento que eu tenho vivo na mente, apesar da enorme vergonha que só me permitiu abraçar os dois e dizer que eu amava eles. Estava tão nervoso que minha cara na foto que tiramos é de total incredulidade”, comenta.

(Foto: Arquivo Pessoal)

Em 2012, quando os dois já seguiam carreira solo, o baiano reencontrou Sandy. “Ganhei uma promoção para vê-la no camarim. Foi tão emocionante quanto a primeira vez. Ela foi super fofa comigo, e dessa vez, mesmo nervoso, pude conversar mais com ela. Desde então, sempre acompanhei os rumores de um retorno da dupla com certa incredulidade. Nunca imaginei que eles retornariam em um futuro próximo. Saber da turnê Nossa História me deixou extremamente feliz e ansioso”, conta.

(Foto: Arquivo Pessoal)

Felipe passou pela interminável fila online e conseguiu comprar o seu ingresso: “Estarei lá cantando todas as músicas, acompanhado dos meus amigos que compartilham da mesma paixão. Tenho certeza que a emoção e a lembrança desse dia vai ficar por muito e muito tempo marcada na minha memória”.

Quem também vai estar colada na primeira fileira do show na Fonte Nova é a publicitária, Hanne Rischard, 33. “Foi uma loucura comprar o ingresso. Estarei lá firme e forte. Vou chegar cedo pra ficar bem na frente. Já falei que não precisa ninguém me acompanhar porque não quero que ninguém me atrapalhe”, brinca.

Hanne é fã da dupla muito antes de todo esse frisson em torno da turnê
(Foto: Arquivo Pessoal)

Assim como Felipe, ganhou um CD de Sandy & Junior quanto era pequena e ‘ficou fanática’. “Colecionava tudo que era relacionado a eles. Tenho pastas, fitas e arquivos guardados lá na casa da minha mãe. Fui crescendo bem apaixonada”, conta ela, que também chegou a conhecer os ídolos pessoalmente. “Chorava e ficava arrasada porque não podia ser amiga deles”, lembra.

O amor é tão grande que ela trocou uma viagem de aniversário do casamento pelo show de Sandy, em 2007. “Quando foi divulgado o show dela aqui, falei pra meu marido que não queria mais viajar e ele não entendeu. Contei do show e ele achou ótimo. Consegui entrar no camarim e foi a maior emoção. Meu marido contou a história para ela e ela deu risada. Comemoramos o aniversário de um ano de casamento no show de Sandy”, conta. 

'Sandy convidada de honra das nossas bodas de papel', escreveu a publicitária
(Foto: Arquivo Pessoal)

Sandy & Junior | Turnê Nossa História

Quando: 13 de julho (sábado), às 20h30
Onde: Arena Fonte Nova (Ladeira da Fonte das Pedras, s/n - Nazaré)
Ingressos: Esgotados
Classificação etária: 15 anos. Pessoas de 6 a 14 anos podem ir apenas acompanhados dos pais ou responsáveis legais


Relacionadas
Correio.play
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/lula-diz-que-e-um-homem-melhor-do-que-quando-entrou-na-cadeia/
Segundo a organização, 200 mil pessoas compareceram a ato em Recife
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/com-elenco-novo-the-crown-volta-para-mais-uma-boa-temporada/
Rainha Elisabeth, até então vivida por Claire Foy, agora é interpretada por Olivia Colman
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/manchas-de-oleo-voltam-a-aparecer-em-morro-de-sao-paulo/
Marinha retirou a substância no final da manhã
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/pedi-que-nao-atirassem-diz-pai-de-garoto-autista-morto-em-perseguicao-da-prf-em-piraja/
Garoto era autista e estava a caminho da escola; família acusa Polícia Rodoviária Federal
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/vitimas-de-acidente-de-aviao-na-bahia-tem-traumas-e-queimaduras-crianca-esta-entre-feridos/
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/tenho-visto-coisas-incriveis-diz-rincon-sapiencia-sobre-artistas-baianos/
Prestes a lançar disco, rapper paulista comemora parcerias com Attooxxa e Duquesa
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/adolescente-tambem-morreu-em-acao-que-teve-motorista-de-app-executado-em-piraja/
Vídeo mostra homem assassinando condutor antes de ser morto por agentes da PRF
Ler Mais
https://www.correio24horas.com.br/noticia/nid/morta-em-queda-de-aviao-e-identificada-feridos-estao-em-hospitais-de-salvador/
Queda de bimotor próximo a pista de hotel em Maraú deixou nove feridos
Ler Mais