Nova orla de Ondina terá sete praças e calçadão de 3m de largura

salvador
22.01.2018, 20:10:14
Atualizado: 22.01.2018, 21:31:30

Nova orla de Ondina terá sete praças e calçadão de 3m de largura

Obras no local vão durar um ano; investimento é de R$ 26,2 milhões

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Imagem: Divulgação/PMS

As curtas calçadas do trecho entre a Barra e a Ondina, motivo de queixa frequente de moradores e turistas, vão ficar mais largas. Com a reforma do trecho da orla entre a Praça Orugan (onde fica a Prefeitura da Aeronáutica) e a Praia da Paciência, no Rio Vermelho, o passeio nesse trecho terá largura entre 2,5m e 3m. A assinatura da ordem de serviço para o início imediato das intervenções foi feita nesta segunda-feira (22) pelo prefeito ACM Neto.

Além de mais espaço para andar, quem circula por Ondina vai ganhar um novo espaço de lazer. O bairro vai ganhar a Praça das Águas, com espelho d’água, bancos, tornando-se um grande mirante natural. O novo equipamento vai ficar quase em frente à Faculdade Social da Bahia (FSBA), na parte rebaixada entre o ponto de ônibus e a praia.

A Praça das Águas será interligada por rampas com a Praça Baía Sol (em frente ao Instituto Baiano de Reabilitação) e a Praça Luiz Sande (onde ficam as barraquinhas de água de coco), formando um amplo espaço de lazer. Mobiliário urbano, como banco, lixeiras, quiosques para restaurantes farão parte da área.

Neto destacou ainda que esta área contemplará todos os critérios de acessibilidade, reforçando o compromisso que ele afirma ter com a causa desde os tempos de deputado federal. 

Mais lazer
Além destas três praças citadas acima, outras quatro sofrerão intervenção da Prefeitura. As praças Nossa Senhora de Fátima (em frente ao Instituto Social da Bahia), Gonzaga Tarquínio (ao lado da Pedra da Sereia), das Gordinhas e a Orugan, já requalificada pela Prefeitura. A Gonzaga Tarquínio vai ganhar estacionamento e quiosques, valorizando o espaço frequentado por moradores da comunidade da Vila Matos. 

A fonte natural em torno na Avenida Oceânica será valorizada, com a ampliação da área ao seu redor. O prédio abandonado que tem próximo ao manancial será desapropriada pela Prefeitura. A área ganhará bancos e iluminação especial, se tornando mais uma área de convivência. O ponto de ônibus da Vila Matos será deslocado para as proximidades da fonte. 

Neto destacou que as sete praças entre a Barra e o Rio Vermelho (exceto a Orugan, já requalificada pela Prefeitura) estavam quase sem uso pela população. "Estavam abandonadas por causa da falta de cuidado do poder público. Nosso lema em 2013 foi devolver a cidade ao cidadão", falou, reafirmando o seu compromisso do seu primeiro ano de governo. 

Orla integrada
Com a requalificação do trecho de 2,6 km entre a Praça Orugan e a Praia da Paciência a nova orla do Rio Vermelho e a nova orla da Barra ficarão integradas, compondo mais de 9 km de área reformada. No referido espaço também serão implantada uma ciclovia aumentando assim as vias exclusivas para quem faz uso do modal na cidade. 

Também neste intervalo será colocada iluminação de LED, aumentando a sensação de segurança de quem mora ou passa nesse trecho, seja deslocamento ou para a prática de exercícios físicos. A requalificação do trecho Barra-Rio Vermelho vai contemplar intervenções de macro e microdrenagem, solucionando o problema da área com alagamentos em época de fortes chuvas. 

Imagem: Divulgação/PMS

Carnaval tranquilo
Apesar do início imediato nas obras do trecho que está dentro do circuito Dodô do Carnaval, o prefeito garantiu que os foliões não vão sentir o impacto das intervenções.

“As obras não atrapalharão em nada o nosso Carnaval”, assegurou ACM Neto. A previsão é que a intervenção fique pronta dentro de um ano. Serão investidos R$ 26,2 milhões, sendo que 80% serão de recursos vindos do governo federal. O prefeito destacou o esforço da sua gestão em buscar recursos para a requlificação deste trecho, resolvendo de uma vez só um problema de mobilidade urbana, drenagem e qualidade de vida dos moradores. 

Entregas
O próximo trecho da orla de Salvador a ser reinaugurado é o da Rua Almeida Brandão, em Plataforma, no dia 27 de janeiro. A área vai ganhar um novo sistema de drenagem, pavimentação, contenção em alvenaria de pedra, bancos, ciclovia, iluminação e paisagismo. 

Até o aniversário da capital baiana, em 29 de março, será entregue a requalificação do entorno do Farol de Itapuã. Nos próximos dias terão início as obras na Ponta de Humaitá e será concluído o projeto arquitetônico das orlas de Stella Maris, Praia do Flamengo e Ipitanga. 

Em parceria com a iniciativa privada, estão sendo realizadas intervenções da Praça Wilson Lins, na Pituba, e no Jardim dos Namorados. Já foram entregues pela Prefeitura a requalificação das orlas da Boca do Rio, Rio Vermelho, Barra, Itapuã, Jardim de Alah, Piatã, Ribeira, Paripe e Tubarão.


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas