O brilho de uma empreendedora corajosa

empregos
03.03.2021, 22:32:00
Atualizado: 03.03.2021, 23:55:22
Lorena Monteiro foi a convidada de Flávia Paixão na live Empregos e Soluções dessa quarta-feira, 03. (Divulgação)

O brilho de uma empreendedora corajosa

Lorena Monteiro contou como abandonou o comodismo e descobriu a felicidade nos negócios

Onde uma parte das pessoas enxergava apenas brincos, pulseiras, colares e anéis, ela via uma forma de emprestar brilho a outras mulheres. Enquanto percebia que o autocuidado não era algo fútil ou supérfluo, a empresária Lorena Monteiro conseguiu emplacar e acreditar no próprio negócio. 

O primeiro passo foi perder a vergonha de vender de porta em porta. Depois, percebeu que a parceria com outras empreendedoras, especialmente, um salão de beleza, agregaria valor ao seu produto. Por fim, perdeu qualquer resquício de pudor e assumiu que as clientes mereciam conforto e um bom espaço físico e, em novembro de 2019, abriu sua loja física.

Em março de 2020, a pandemia forçou uma mudança de planos. Fortalecida com as decisões de apostar em si e perceber que não dava para ficar parada esperando a condição ideal, ela lançou o serviço delivery para suas semijoias. Agora, ela já está incrementando suas vendas através de lives shops e promoções especiais para o mês das mulheres.

Boas razões
A história de empreendedorismo e superação de Lorena ou da Lore Monteiro Joias foi o tema da live Empregos e Soluções dessa quarta-feira (3), com a mediação da consultora e especialista em pequenos negócios Flávia Paixão. Num bate-papo com uma participação expressiva de clientes, amigos e outros empreendedores, Lore trouxe uma mensagem de esperança para um tempo de tantas incertezas. “Quando você pensar em desistir, faça um esforço de lembrar as razões que fizeram você começar”, disse a empresária, que só lamenta não ter apostado mais cedo no seu sonho. 

Lorena Monteiro conta que demorou para acreditar em si mesma e no negócio, mas conseguiu vencer a timidez (Foto: Reprodução)

A força e a determinação dessa empresária, no entanto, não vieram da noite para o dia. Ao longo da sua vida pessoal, vários desafios construíram esse espírito aguerrido. O primeiro foi marcado pela decepção de ter sonhado com o mundo das instituições financeiras e, depois de ter um cargo importante, perceber que o mercado lhe tirava o retorno financeiro, o convívio com a família e a felicidade. 

“Um dia cheguei em casa, brigando com meu filho porque as coisas estavam fora de lugar, estava estressada, cansada, furiosa e ele me deu boa noite e perguntou como tinha sido meu dia. Aquilo me fez perceber o que estava em jogo no momento”, contou.

Sem garantias
Reunindo toda coragem, ela conseguiu se desligar do banco sem nenhuma garantia em 2015 e aproveitou o bico que fazia, vendendo semijoias para garantir alguma renda. “Eu era muito tímida, ainda estava presa ao status de ter sido gerente, de contar com os benefícios de uma carteira assinada”, lembrou. Ainda assim, ela foi em frente com a meta de tocar a vida com algo melhor, mas enquanto tocava seu pequeno negócio, buscou outras alternativas de empregabilidade. 

Durante a conversa com Flávia, Lorena revelou que chegou a pensar em voltar a trabalhar em banco, especialmente, depois que o marido, que era empresário, foi obrigado a se desfazer do negócio. “Ficamos alguns meses sem plano de saúde e aquilo me desestruturou”, reconheceu. Mais uma vez, o filho Ícaro perguntou: “Vai voltar ao que era antes?”. 

Certo dia, numa ação de vendas realizada num salão de beleza, uma das sócias perguntou se ela não estaria interessada numas salas que tinha para alugar no mesmo espaço. “Fiquei com medo, achava que ainda não estava pronta, mas também me perguntei se queria passar a vida inteira vendendo daquela forma”, relembrou. 

Os filhos de Lorena, Ícaro e Alice, trabalham junto com a mãe e são grandes incentivadores do empreendedorismo familiar (Foto: Reprodução)

No período em que o salão esteve fechado pelas medidas sanitárias, Lorena aproveitou para estudar, fazer cursos, participar de webinários e melhorar sua relação com as redes sociais. “Contei com a ajuda de meu filho mais uma vez e que, agora, trabalha comigo e da minha filha. Percebi que quanto mais me mostrava, mais retorno de vendas eu tinha”, finaliza.

Vale lembrar que a live Empregos e Soluções é realizada todas as quartas-feiras, às 18 horas, no perfil do Jornal Correio, no Instagram. Todas as semanas, empreendedores contam suas histórias de superação no mundo dos negócios. Ao longo deste mês, em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, as empreendedoras abordarão suas trajetórias profissionais e pessoais.  
 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas