Para Klopp, Liverpool ser campeão do Mundial é algo 'sensacional'

esportes
21.12.2019, 19:53:20
Atualizado: 21.12.2019, 19:59:29
(Foto: Fifa/Divulgação)

Para Klopp, Liverpool ser campeão do Mundial é algo 'sensacional'

Técnico do Liverpool também elogiou Flamengo: "equipe realmente muito boa"

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Jürgen Klopp reconheceu que o Liverpool não fez uma partida brilhante na final do Mundial da Clubes da Fifa, neste sábado (21), mas para o alemão isso importa pouco agora que o time está com a taça nas mãos. Embora os europeus não deem ao torneio a mesma importância que dão os sul-americanos, o treinador do time inglês parecia radiante com a conquista.

Na entrevista coletiva que concedeu após a cerimônia de premiação do Mundial, realizada em Doha, no Catar, Klopp elogiou o Flamengo e ressaltou a importância do título para o Liverpool, que jamais havia vencido a competição. "Foi uma noite maravilhosa para nós", falou o alemão. "Estou muito feliz por termos vencido o título pela primeira vez. Agora eu sei que ser campeão do mundo é sensacional, não poderia ser melhor".

O treinador disse que o bom desempenho do Flamengo no jogo deste sábado (21) não o surpreendeu porque nos últimos dias ele viu muitos jogos do time rubro-negro e, portanto, já sabia o que esperar. Segundo Klopp, a equipe comandada pelo português Jorge Jesus é "realmente muito boa", mas ele não quis dizer se ela está à altura das melhores da Inglaterra.

"Por que eu deveria fazer comparações? O Flamengo é um time realmente muito bom, é só o que é preciso saber. Não estou aqui para julgar a qualidade do Flamengo, ou das equipes brasileiras, e não comparo ligas ou clubes", disse.

Para o treinador, a parte física foi um dos fatores que pesaram a favor do Liverpool na decisão - ele lembrou que alguns jogadores do Flamengo tiveram cãibras durante a partida, mas também considerou que o fato de a equipe carioca estar em final de temporada pode ter pesado. O estilo de jogo de seu time, segundo Klopp, também foi um problema para o adversário.

"Nós fizemos coisas de que o Flamengo não gostou, eles fizeram mudanças no meio de campo no segundo tempo, o que mostrou muito respeito pelo nosso time. Não foi o nosso melhor jogo, é verdade, mas foi o suficiente para vencer", comentou.

A alegria de Klopp só foi prejudicada pela lesão do meia Oxlade-Chamberlain, que sofreu uma torção de tornozelo durante o segundo tempo. O treinador disse que não resta outra coisa a não ser torcer para que o problema não seja grave. "Falei com ele há pouco, vamos ver o que os exames mostram, se o ligamento foi afetado... Mas ele parece estar bem".

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas