Pesquisa revela dados sobre o consumo de tecnologia em comunidades carentes

ivan dias marques
13.11.2021, 06:00:00

Pesquisa revela dados sobre o consumo de tecnologia em comunidades carentes

O Outdoor Social Inteligência, instituto de pesquisas focado na classe C, divulgou pesquisa inédita sobre consumo de streaming, games e telefonia móvel no G10, grupo com as 12 comunidades carentes com maior potencial econômico do país. Em Salvador, a pesquisa ouviu moradores do Nordeste de Amaralina. 

O levantamento mostra que o uso de redes sociais é o principal hábito de consumo de internet entre os jovens de 18 e 34 anos, com evidência no Facebook, Instagram e Tiktok. A Netflix é o streaming mais usado pelos moradores dos territórios e o Spotify é referência entre os streamings de música.

Quando o assunto é o mercado de games, De acordo com o estudo, entre os jogos preferidos, o Free Fire Battleground e o Fortnite têm sido os mais famosos: 35% dos gamers disseram que escolheria o Free Fire se só pudessem jogar um jogo, a mesma porcentagem respondeu Fortnite. Já 24% têm preferência pelo Crossfire e 6% têm o Subway Surfers como predileto.

Nordeste de Amaralina é vista como uma das comunidades carentes brasileiras com maior potencial econômico (Foto: Alberto Maraux/SSP/Divulgação)

A pesquisa também revela o consumo de telefonia móveis nas comunidades por região brasileira. Na região Sudeste, a operadora Tim é utilizada por 33% dos entrevistados, seguido da Claro (28%), Oi (26%) e Vivo (22%). No Sul, 50% dos entrevistados utilizam a Tim, 40% a Claro, 8% possuem chip da Oi e 5% da Vivo. No Nordeste, a Oi é usada por mais da metade dos moradores, 57%, seguida pela Tim, com40%, Claro (32%) e a Vivo (17%). No eixo Norte-Centro Oeste, 38% têm chip da Vivo, 38% da Tim, 28% usam Claro e 13% Oi.

O estudo ouviu 435 pessoas das 5 regiões do Brasil. 60% homens e 40% mulheres. Dentre os entrevistados, 25,6% possuem entre 18 e 24 anos; 27,5% têm entre 25 e 34 anos; 23,7% estão na faixa dos 35 a 44 anos; 13% têm entre 45 e 54 anos, e 10% possuem mais de 55 anos.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas