Poente: é possível pagar menos e ficar 'de boa' com o calor

minha bahia
31.01.2019, 06:00:00
(A culinarista Daniela Oliveira aprendeu a conviver com o calor do sol poente)

Poente: é possível pagar menos e ficar 'de boa' com o calor

Veja dicas de arquitetos para aumentar o conforto sem gastar com o ar condicionado

Quem busca promoção na hora de adquirir um imóvel sabe que uma das características que costumam funcionar como instrumento de barganha para baixar o preço é a incidência do sol poente. Para resolver o problema do calor, gerado pela exposição do sol ao longo da tarde, o morador desse tipo de imóvel tem, literalmente, que suar e tomar algumas atitudes radicais.

Moradora de um edifício considerado “poente total”, nas proximidades do Porto da Barra, a culinarista Daniela Oliveira relata que assistir TV durante a tarde e mesmo à noite não era fácil. “Resolver a situação do calor aqui em casa sempre foi um desafio. As cortinas sempre foram fundamentais, pois tanto a claridade atrapalhava, refletindo na TV, quanto o sol, que incidia sobre o sofá, causando um incômodo enorme para quem estava sentado assistindo”, diz.

Depois de muitas tentativas frustradas para melhorar o conforto térmico de sua casa, Daniela cedeu à tentação de um ar-condiciondo. 

“Considero que a vantagem que a gente leva no desconto da compra acaba no gasto que temos para encontrar maneiras de melhorar o calor, seja com ventilador, ar ou até a decoração, que também influencia. Mas não acho que inviabilize esse tipo de imóvel, na verdade gosto muito de morar aqui”, fala. 

Soluções

Existem diversas maneiras para contornar os problemas provocados pelo poente sem necessariamente subir a conta de energia com o ar-condicionado.

O arquito Christiano Ruvenal aponta que o primeiro passo, por exemplo, pode ser observar o revestimento da fachada do prédio antes de fechar negócio. Se estiver comprando uma casa, é possível instalar revestimentos que proporcionam maior conforto térmico.

“Revestir as fachadas é uma boa solução para isolar os ambientes das altas temperaturas, dando preferência a revestimentos frios e que não absorvam calor. Note que paredes mais grossas  ajudam a amenizar”, aponta o arquiteto.

Christiano ainda aponta que a instalação de toldos é outra solução, porém, é preciso atentar ao conceito da edificação, para que os acessórios fiquem harmônicos e esteticamente bonitos.

Para a área interna do imóvel, o leque de opções para melhorar a sensação de calor também é extensa. Christiano afirma que é possível obter bons resultados colocando persianas ou cortinas com blackout, películas com proteção solar nas janelas e apostando no revestimento das paredes internas que recebem maior incidencia do sol. “É bom trocar todas as lâmpadas para modelos de LED, que não esquentam, além de verificar os tecidos usados nos móveis, evitando veludo, couro e tipos mais grossos”, diz.

É importante ter em mente que quando o assunto é o conforto térmico, a natureza pode ser uma das principais aliadas de quem luta contra o poente. “As plantas ajudam, pois elas transpiram o excesso de água que colocamos nela, então isso traz umidade ao espaço. Outra estratégia bacana é criar espelhos d'agua em casa, e nos dias mais quentes, espalhar bacias com água pela casa também ajuda, pois a água vai evaporando e deixando o ar mais úmido”, completa. 

Dicas

Escolha No momento da compra do imóvel, observe para qual lado está virada a fachada e evite, se possível, as opções em que o sol incida à tarde. A economia com a aquisição do imóvel pode ser perdida com a compra e uso de ferramentas que aumentem o conforto térmico dos moradores.

Externo Revestir as fachadas é uma boa solução para isolar os ambientes do calor. Prefira revestimentos frios. Toldos também são uma alternativa.  

Interno Use persianas/cortinas com blackout e películas com proteção solar e revista também as paredes internas que recebem maior incidência do sol. Adote lâmpadas de LED e evite tecidos grossos como veludo na mobília. 

Natural Use plantas, elas transpiram o excesso de água que colocamos nelas, o que traz umidade ao espaço. Espalhe bacias com água pela casa, pois a evaporação deixa o ar mais úmido.


 

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas