Programação do Senac para o Afro Fashion Day começa nesta segunda

bazar
05.11.2017, 19:10:59
Atualizado: 30.10.2018, 08:23:55
Foto da oficina de automaquiagem para pele negra, que o Senac promoveu na programação do AFD 2016 (Fotos: Erik Salles/Divulgação)

Programação do Senac para o Afro Fashion Day começa nesta segunda

Seis cidades recebem oficinas, workshops, palestras, exposições e atividades relacionadas à cultura afro-brasileira

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Sessenta oficinas, workshops, palestras, exposições e atividades relacionadas à cultura afrobrasileira serão realizados, em Salvador e em outros municípios baianos, por meio de uma ação conjunta entre o Afro Fashion Day (AFD), evento do CORREIO que celebra o mês da Consciência Negra, e o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC). O AFD, que tem apoio institucional da Prefeitura Municipal de Salvador e patrocínio da Avon, ocorrerá no dia 18 de novembro, das 10h às 20h, no Porto Salvador (Avenida da França, 393), no Comércio, mas também contará com uma programação ampliada em onze unidades do serviço de qualificação profissional, de hoje até o dia 25.

O SENAC contribui com o evento desde a primeira edição, em 2015. Devido ao sucesso da programação desenvolvida nos anos anteriores e ao trabalho desenvolvido pela Casa Afro, na unidade da Rua Chile, em Salvador, o Senac extendeu as atividades para todas as suas unidades, incluindo, assim, o interior do estado. “A gente propõe ações ligadas a cabelo, maquiagem, moda, entre muitos outros. Todos voltados para a discussão sobre a promoção da cultura negra. Já é o segundo ano que o Senac da Rua Chile propõe a Casa Afro, por exemplo. Ano passado tivemos um retorno super positivo, com participantes e palestrantes das unidades e convidados de fora”, comenta Maibi Teixeira, Gerente de Educação Profissional do Senac da Rua Chile, que já trabalha na instituição há nove anos. Ela ainda contou que o objetivo é abrir o Senac para a população em geral, não apenas alunos e professores, no intuito de difundir e valorizar as vivências da população negra.

A estilista Carol Barreto, em palestra sobre empoderamento, na programação do Senac para o Afro Fashion Day 2016

Na capital, os interessados em participar de algum dos 32 cursos gratuitos de beleza, moda, cultura, gastronomia, informática e fotografia, devem se encaminhar às sedes no Centro (Rua Chile, Comércio, Aquidabã, Praça da Sé e Pelourinho) e à Casa do Comércio, na Pituba. As
outras 28 atividades serão distribuídas entre as cidades de Camaçari, Feira de Santana, Santo Antônio de Jesus, Vitória da Conquista e Porto Seguro. Os temas serão variados, desde aspectos que se conectam diretamente à saúde da população negra, como a anemia falciforme e o racismo, ou com perspectiva mais histórica, como o sincretismo religioso, e até mesmo assuntos mais debatidos na atualidade, como o fortalecimento do empreendedorismo negro e a juventude da geração tombamento. Haverá também oficinas em beleza e gastronomia. É o caso das oficinas de maquiagem para pele negra, de tranças, de turbantes e de cocadas.

O Afro Fashion Day 2017 traz produções de 40 marcas baianas de acessórios, turbantes, roupas e calçados. Serão cerca de 90 pessoas na passarela, entre modelos de agências e escolhidos em seletivas de bairros. Confira programação completa no site do Senac.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas