PSG sofre, mas vence Lyon com dois gols contra no Francês

esportes
17.09.2017, 21:35:00
Atualizado: 17.09.2017, 21:36:49
Neymar comemora com o companheiro Mbappé (AFP)

PSG sofre, mas vence Lyon com dois gols contra no Francês

O resultado manteve o Paris Saint-Germain com 100% de aproveitamento no Campeonato Francês

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

O Paris Saint-Germain levou certo susto neste domingo e, mesmo jogando em casa, sofreu para superar o Lyon. Mas, contando com dois gols contra, ambos marcados no fim da partida, a equipe mandante superou a boa atuação do goleiro Anthony Lopes e ganhou por 2 a 0.

O resultado manteve o Paris Saint-Germain com 100% de aproveitamento no Campeonato Francês, agora com 18 pontos, três na frente do vice e atual campeão Monaco. Já o Lyon soma 11 e está em quinto.

Apesar de embalado pela boa goleada sobre o Celtic por 5 a 0, em sua estreia na Liga dos Campeões, o Paris Saint-Germain começou em ritmo lento e com dificuldades para se infiltrar na bem postada defesa do Lyon.

Do badalado trio ofensivo, Mbappé e Cavani estavam apáticos e Neymar até tentava algumas jogadas, mas parava na boa atuação de Anthony Lopes. O brasileiro teve duas boas oportunidades no primeiro tempo: ao tentar gol olímpico, aos 15 minutos, e ao finalizar firme da entrada da área, aos 43. O goleiro salvou as duas.

Neymar voltou a assustar aos 11 minutos da etapa final, em cobrança de falta no contrapé - e Anthony Lopes novamente salvou O Lyon, então, empurrado pela atuação de seu goleiro, quase abriu o placar quando Ndombèlé arriscou de fora da área, no ângulo, e acertou o travessão.

Mas, nos 15 minutos finais, o PSG foi letal. Primeiro, aos 29, o argentino Lo Celso fez boa jogada pela esquerda, cruzou à meia altura, Cavani desviou de letra e a bola desviou no zagueiro brasileiro Marcelo antes de entrar. Apenas cinco minutos depois, o próprio atacante uruguaio desperdiçou pênalti, defendido por Anthony Lopes. 

E, já aos 41, Neymar deu grande passe, Mbappé recebeu livre e bateu para mais uma defesa do goleiro. A bola, contudo, resvalou em Jeremy Morel e voltou para o gol, assegurando o triunfo do PSG.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas