Rio Vermelho: banhista agride guarda-vidas e helicóptero da PM é acionado para dar apoio

salvador
12.06.2021, 20:01:00
Atualizado: 12.06.2021, 20:06:03
(Foto: Reprodução)

Rio Vermelho: banhista agride guarda-vidas e helicóptero da PM é acionado para dar apoio

Homem foi retirado da água com vida, na tarde deste sábado, no Buracão

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Um banhista não identificado agrediu guarda-vidas do 13º Grupamento de Bombeiros Militar (13º GBM/Gmar) que estavam atuando em seu salvamento na praia do Buracão, bairro do Rio Vermelho, na tarde deste sábado (12).

Por conta da agitação do homem, que aparenta ter entre 30 e 40 anos de idade, os militares precisaram de apoio no momento do salvamento. 

Uma equipe que atua no Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer) foi deslocada e o resgate concluído com sucesso. 

O mar estava bastante revolto e a saída da água ocorreu com muita dificuldade. Ao deixar a água, o banhista estava aparentemente desacordado mas, ao receber os primeiros socorros, foi reanimado.

Logo em seguida, foi encaminhado por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) para uma unidade médica. Não há informações sobre seu estado de saúde atual.

Turista resgatado na Barra
No final da tarde dessa sexta-feira (11), homens do 13º Gmar também atuaram em um salvamento complicado, desta vez de um turista de São Paulo, resgatado na praia do Farol da Barra. 

Segundo a assessoria do CBM, os militares perceberam quando a vítima estava sendo arrastada pela correnteza a cerca de 200 metros do posto e correram para retirar o homem da água o quanto antes.

(Foto: Gonçalo Mendonça)
(Foto: Gonçalo Mendonça)
(Foto: Gonçalo Mendonça)

“O mar estava revolto com correntes de nível forte. Conseguimos acessar a vítima que já estava próxima as rochas. Naquele momento fomos levados junto a correnteza e tivemos algumas escoriações. Tivemos que sair em outra praia, próximo ao Cristo por conta do tamanho das ondas”, explicou o soldado BM Leandro Gonçalves.

Após o resgate, o homem que estava consciente foi avaliado pelos bombeiros e liberado em seguida. Ele foi orientado a procurar uma unidade de saúde para avaliação com um especialista. 

“Com a chegada do inverno as correntes começam a ficar mais fortes e as ondas maiores. É importante que os banhistas se atentem as sinalizações nas praias e muito cuidado ao adentrar no mar. No inverno o perigo aumenta”, alertou o soldado BM Gonçalves.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas