Roupa nova para sempre

sustentabilidade
19.05.2018, 06:05:00
(foto: Fabiano Panzzini / Divulgação)

Roupa nova para sempre

Moda sustentável:8 dicas para você fazer suas vestimentas durarem mais e assim contribuir com o meio ambiente

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Sempre que compra um jeans novo, a publicitária Cláudia Letieres, 33 anos, aplica na peça uma dica infalível que aprendeu em um site especializado em sustentabilidade: “Antes da primeira lavagem, deixo a roupa em uma mistura de água e vinagre diluído por meia hora para manter as cores brilhantes. Também viro pelo lado avesso momentos antes de lavar. Com isso garanto mais anos de vida útil às minhas calças e shorts”, afirma.

Um estudo recente divulgado pela Working together for a world without waste (WRAP, Trabalhando juntos para um mundo sem desperdício, em tradução livre), uma organização do Reino Unido líder em conservação de recursos, revela que aumentar a vida útil das roupas por apenas três meses já pode levar a uma redução de 5% a 10% na pegada de carbono (emissão de gás que favorecem o aquecimento global), água e resíduos de um indivíduo.

Outra vantagem de tornar as roupas mais duráveis diz respeito a uma possível redução do consumo, uma vez que diminui a necessidade de se realizar novas compras. Pouca gente sabe, mas para produzir uma única calça jeans são necessários, em média, 10.850 litros de água, quantidade suficiente para suprir o consumo residencial (lavar louças, tomar banho, beber, cozinhar) de uma pessoa por mais de três meses.

O cálculo é da organização não governamental Water Footprint Network (Rede de pegada de água, em tradução livre), que também chama a atenção para a seguinte informação: ao longo da sua vida útil, a produção e manutenção dessa calça geram o equivalente a 33,4 kg de gás carbônico, um dos principais gases causadores do aquecimento global.

Tendência

O setor de moda varejista enfrenta nos últimos anos uma série de polêmicas que envolvem desde o uso de substâncias tóxicas na confecção dos tecidos até acusações de trabalho escravo nas linhas de produção de fornecedores. Contudo, o investimento recente em práticas de sustentabilidade busca melhorar essa imagem, além de atender a consumidores cada vez mais ambientalmente conscientes.

Essa postura mais ‘verde’ das grandes varejistas vai na contramão da lógica do fast fashion (moda rápida), que por muito tempo foi a essência do próprio modelo de negócio dessas empresas. Tal prática consiste em estimular a troca contínua de peças e coleções nas quais os produtos são fabricados, consumidos e descartados de forma acelerada.

E este movimento - em direção à sustentabilidade - é sem retorno porque cada vez mais um número maior de consumidores passa a dar importância aos aspectos ambientalmente corretos da fabirtcação, comercialização e descarte de peças de vestuário. 

Uma pesquisa realizada pela consultoria Euromonitor neste ano revelou que 17% dos brasileiros preferem comprar roupas produzidas de maneira sustentável. Em todo o mundo, o percentual é de 11%. Consumidores mais conscientes exigem, naturalmente, empresas mais conscientes. Quem defende a ideia é Chris Coulter, copresidente da consultoria americana GlobeScan, especializada em sustentabilidade e reputação. “As empresas têm de ser sensíveis às demandas da sociedade pa

Iniciativas

Em agosto do ano passado, a C&A, por exemplo, lançou sua primeira coleção circular (com materiais reciclados e reutilizáveis) de camisetas com certificação de nível Gold da Cradle to CradleTM. A linha foi produzida usando apenas materiais seguros, de forma social e ambientalmente responsável. Além disso, houve reuso de água e foi utilizada energia renovável no processo produtivo.

Um dos grandes diferenciais dessas peças é que elas foram produzidas de forma que não gerem excesso de resíduos e, ao final de sua vida útil, por meio da compostagem, tornem-se até mesmo nutriente para o solo. "Estamos trazendo uma história que entendemos ser um marco para o varejo de moda nacional, com o lançamento das primeiras camisetas desenhadas para serem recicladas em escala mundial", destaca o presidente da C&A no Brasil, Paulo Correa.

Informação

Em outubro do ano passado, a Renner anunciou que desenvolveu junto a fornecedores peças confeccionadas com componentes menos impactantes ao meio ambiente para incorporar às suas coleções. No total, são 130 modelos diferentes distribuídos nos departamentos feminino, masculino e infantil.

Desde setembro as lojas da companhia recebem produtos com etiquetas explicativas que indicam o uso de duas matérias-primas sustentáveis: o fio reciclado e o liocel (fibra celulósica, de origem renovável, extraída da polpa de madeiras certificadas). As etiquetas descrevem as características dessas matérias-primas.

"Queremos informar cada vez mais os clientes sobre o tema para incentivar o consumo de roupas que tenham apelo de moda, mas que sejam produzidas com componentes menos impactantes ao meio ambiente", afirma o gerente sênior de Sustentabilidade da Lojas Renner, Vinicios Malfatti.


O CORREIO Sustentabilidade listou oito dicas sobre o que fazer para aumentar a vida útil das suas roupas:

1) Separe na hora da lavagem

Você provavelmente já separa roupas brancas das escuras antes de jogá-las na lavadora. Mas o ideal é que faça mais separações, principalmente quanto ao tipo de tecido. Você não quer sua camisa de trabalho girando em torno de uma peça de tecido áspero e com zíperes afiados, certo? Para evitar esse desgaste é importante lavar juntas as roupas feitas de tecidos semelhantes. E não se esqueça de fechar os zíperes na hora da lavagem. Abertos, eles podem prender e puxar outra roupa.


(foto: Dave Kennard / freeimages)


2) Armazene as roupas corretamente

Se as roupas em seu armário tendem a perder a forma, provavelmente isso ocorre devido ao armazenamento inadequado. Para resolver o problema, certifique-se de dobrar as peças que devem ser dobradas e pendurar as peças que devem ser penduradas. Itens como blusas mantêm a melhor forma quando dobrados, já que os cabides podem esticar os ombros ao longo do tempo. Pendure peças como vestidos, camisas, calças compridas e blusas de seda em seu armário para prevenir rugas e preservar a forma. Ternos e casacos pesados devem ser guardados em ganchos pesados e sem dobrar. Quando for guardar roupas de temporada, mantenha as peças dobradas em caixas e sacos de vestuário seláveis com zip para evitar poeira, mofo e traças.

3) Lave as peças com água fria

Você pode facilmente estender a vida de cada peça de roupa em seu armário lavando-as em água fria. Isso não só economiza energia como também preserva a cor, forma e tamanho de sua roupa. Evite também secadoras, pois elas reduzem o tamanho da peça, além de descolorir e danificar o tecido. Use sabão em pó e amaciante na medida, o excesso pode diminuir o brilho e a durabilidade do tecido.

4) Atenção para a primeira lavagem do jeans novo

Antes da primeira lavagem, deixe o seu jeans em uma mistura de água e vinagre diluído por meia hora para manter as cores brilhantes. Tente algumas colheres de vinagre com copo de água, e aumente as doses, conforme necessário. E não se esqueça de virar o jeans pelo avesso antes de lavar. Esta medida simples pode acrescentar anos de vida útilà peça. 

5) Preserve as roupas coloridas

Preservar roupas coloridas é fácil, basta lavar em água fria e adicionar 1/3 de xícara de vinagre no ciclo de lavagem. Não se preocupe com suas roupas cheirando a vinagre, pois durante a secagem o vinagre evapora e o cheiro desaparece.

6) Aprenda a tirar manchas

Quase toda mancha pode ser removida se você agir rapidamente. Use club soda ou uma mistura de água morna e sabão logo que ocorrer o incidente. Para suco e vinho tinto, tente misturar algumas colheres de sopa de bicarbonato de sódio com água para formar uma pasta. Esfregue a mancha com a mistura e deixe secar antes de lavar. Se a mancha persistir, não jogue sua roupa no lixo pois você pode torná-la novinha em folha com técnicas de tingimento. Escolha uma tinta de tecido à base de plantas e mãos à obra. Não se esqueça de verificar as instruções de uso na embalagem da tinta. O corante vai cobrir a mancha e adicionar uma nova cor para o seu guarda-roupa.

7) Vestido preto desbotado tem solução

Percebeu um desbotamento em seu vestido preto? Adicione uma xícara de café forte ou chá no ciclo de lavagem. Pode parecer pouco convencional, mas funciona.

8) Cuidado com os tecidos sensíveis

Para eles a solução está na utilização de um saco de roupa de malha ou uma fronha na hora da lavagem. Além disso, peças de tecido rendado e com alças de sutiã também não devem entrar em secadoras, elas podem rasgar com muita facilidade.


***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas