Salvador participa da Campanha Esqueça um Livro e Compartilhe o Conhecimento

entretenimento
23.07.2018, 17:46:34
Atualizado: 23.07.2018, 19:41:59
Agentes e parceiros participam da mobilização e vão “esquecer” livros nos pontos focais da ação (Bruno Concha/Divulgação)

Salvador participa da Campanha Esqueça um Livro e Compartilhe o Conhecimento

Iniciativa terá programação amanhã e quarta-feira em diversos pontos da Cidade

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Salvador também participará da campanha Esqueça um Livro e Espalhe Conhecimento, que ocorre sempre no dia 25 de julho para marcar o Dia do Escritor. Esse ano, além da distribuição de livros, outras ações marcarão a iniciativa. 
Nessa terça-feira(24), às 14h, haverá o Encontro com autores das Bibliotecas Comunitárias de Salvador, na Cidade Nova. 

A distribuição de livros será feita na Estação da Lapa, Largo Dois de Julho e na Praça da Revolução, em Periperi (Fotos: Bruno Concha/Divulgação)


Na quarta (25), data maior do projeto, 30 agentes e parceiros participam da mobilização e vão “esquecer” livros nos pontos focais da ação. Serão deixados exemplares nos bancos dos ônibus e em pontos estratégicos da estação Lapa, com atividades das 9h às 12h e das 14h às 16h. Também será realizado o Sarau com Escritores das Bibliotecas Comunitárias, das 14h às 17h.

A distribuição de livros será feita na Nova Estação da Lapa, Largo Dois de Julho e na Praça da Revolução, em Periperi. Nesse dia, o diretor da Aliança Francesa Mamadou Gaya declamará trechos de diversos poetas, nas Plataformas do Térreo da Lapa, das 10h às 12h. O Recital de Poesia integra a parceria da Aliança com o projeto que, na capital baiana, é realizado pela Fundação Gregório de Mattos (FGM), por meio da Gerência de Bibliotecas, Livro e Leitura. 

Enquanto os livros serão esquecidos, serão realizadas performances do Circo de Um Homem Só, que se apresenta nas plataformas do Subsolo; do grupo História de Raiz, que abordará a importância dos livros e da leitura, no Térreo, em frente acesso ao Metrô; além dos alunos do Projeto Dom Quixote, que estarão realizando dinâmicas dentro do contexto da importância de ler e difundir a informação.

Dentre os volumes “esquecidos”, estarão os livros do Selo João Ubaldo Ribeiro, publicado pela própria Fundação, além dos que estão sendo coletados com parceiros e entre os seus colaboradores. Um bilhete vai informar ao novo dono que o livro agora pertence a ele.  A iniciativa é capitaneada pela FGM e conta com a colaboração fundamental de instituições parceiras como a SUP, Aliança Francesa, Circo de Um Homem Só, Dom Quixote e Grupo História de Raiz, além da gestão da própria Estação Nova Lapa.

A proposta é deixar um livro em qualquer lugar da cidade (ônibus, metrô, elevador, banco de praça) com um bilhete para o futuro dono ter a certeza de que pode ficar com o objeto encontrado e a sugestão de que ele também participe do movimento. Para fortalecer a campanha, a FGM sugere que tanto quem “esqueça”, quanto quem encontre os livros publique fotos e relatos em suas redes sociais com as hashtags #fizmaisumamigo e #esqueçaumlivro


Programação Esqueça um Livro e Espalhe Conhecimento – Dia 25 de Julho

 Estação da Lapa (9h às 12h)   

Circo de Um Homem Só - Plataformas Subsolo

Performance do grupo História de Raiz, abordando sobre a importância dos livros e da leitura – Térreo - frente acesso ao Metrô

Recital de poesia com o Diretor da Aliança Francesa, Mamadou Gaya e a turma do Dom Quixote, distribuindo livros dentro do ônibus – Plataformas no Térreo
 

Estação da Lapa (14h às 16h)

Circo de Um Homem Só - Subsolo da Estação da Lapa, nas plataformas

Performance do grupo História de Raiz, abordando sobre a importância dos livros e da leitura – Térreo - Frente acesso ao Metrô

Largo Dois de Julho (16h às 18h)

Cortejo da SUP, com a participação especial de Bule Bule, “esquecendo” livros nos bancos da praça, nos pontos de ônibus do entorno – Largo do Mucambinho, Feirantes, até o Largo

Praça da Revolução – Periperi  (14h às 17h)

Sarau com os escritores das bibliotecas comunitárias de Salvador e distribuição de livros

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas