Série B estadual tem irmão de Daniel Alves e time 'colombaiano'

esportes
21.05.2022, 06:00:00
Daniel Alves e Ney Alves com a camisa do Juazeiro; Juan Mendoza, irmão de Stiven Mendoza, foi um dos colombianos contratados pelo Botafogo-BA (Fotos: Reprodução/Instagram e Ronald Santana/Botafogo)

Série B estadual tem irmão de Daniel Alves e time 'colombaiano'

Campeonato de acesso começa neste fim de semana com 12 clubes

A partir deste domingo (22) a bola rola pela Série B do Campeonato Baiano, que apresenta mudanças no regulamento e novidades entre as equipes que brigam pelo acesso. A principal alteração está na quantidade de times participantes, que será recorde. Pela primeira vez a competição terá 12 equipes, que vão brigar por duas vagas na elite do Baianão. No ano passado foram seis times, quando o Barcelona de Ilhéus foi campeão e único a conquistar o acesso. 

Assim como na Série A, o campeonato começa na fase de pontos corridos, só com os jogos de ida, e após as 11 rodadas os quatro melhores passam para as semifinais. Os dois finalistas sobem. Lembrando que o Vitória da Conquista e o Unirb, rebaixados na Série A deste ano, se juntam às outras dez equipes em 2023. A competição acaba no dia 31 de julho.

Um dos atrativos desta edição é o Botafogo. Vice-campeão em 2021, o time tem seis atletas colombianos, que se juntarão a nomes experientes como o volante Uelliton - que jogou na dupla Ba-Vi - e o lateral direito Léo Morais, ex-Vitória.

Segundo o presidente Peron Farias, o atacante Stiven Mendoza, ex-Bahia e hoje no Ceará, foi um “intermediador” informal para as contratações internacionais. “A ideia de trazer os atletas colombianos veio da parceria com Stiven Mendoza. Ele veio da academia do América de Cali, da Colômbia, e diversos amigos que atuam lá têm a vontade de vir jogar no Brasil. Então quando ele falou da possibilidade dos jogadores de alto nível virem [para o Botafogo], nós não pensamos duas vezes”, explicou o dirigente.

O presidente conta que o contato com Mendoza surgiu através de Bruno Reis, que era gerente de comunicação do Ceará até o começo deste ano.

“Bruno fez uma consultoria com o clube. Stiven sempre teve o desejo de trazer jogadores para cá e, como no Ceará não tem essa possibilidade de entrada dos jogadores, Bruno passou esses nomes. Eles aceitaram o desafio de começar de baixo e galgar voos maiores”, continuou o presidente do Botafogo.

Entre os que disputarão a Série B está o atacante Juan Mendoza, de 30 anos, irmão do Mendoza famoso. Esse é o primeiro clube do jogador fora da Colômbia.

Além dele, o Botafogo contratou os meias Jefferson Cuero, que já jogou no Once Caldas, Brayan Angulo, que também já atuou no América de Cali, e Cristián Higuita, que já atuou pelo Deportivo Cali e Orlando City (EUA). O defensor Jefferson Murillo, que tem passagens pelo Deportivo Cali e Veracruz (México) foi mais um reforço. 

Da internet para o gramado

O elenco alvirrubro ainda contará com um reforço dentro de campo um tanto quanto curioso. Como foi anunciado em fevereiro, o influenciador Cristian Bell assinou contrato com o Botafogo. A celebridade da internet, que esteve em Paris na última semana ao lado de Neymar e Whindersson Nunes, joga como atacante e ainda não tem previsão de estreia com a camisa do time de Senhor do Bonfim.

“A escalação dele vai ficar a critério do treinador. Não gosto de entrar nesse mérito, montamos um elenco, demos estrutura e saímos de cena. Mas a gente cobra resultados e quem bem sabe de cobrar resultados é o treinador Sérgio Araújo”, finalizou Peron Farias. 

O clube informou que Cristian ficará fora da partida de estreia contra o Itabuna no domingo, às 16h. A partir da próxima semana ele deve voltar a ser integrado ao elenco. O jogo, com mando do Itabuna, acontecerá no estádio Lomanto Júnior, em Vitória da Conquista.

Irmão de Daniel Alves

Depois de seis anos distante do futebol profissional, o Juazeiro Social Clube volta para competir na Série B do Baianão. O movimento de resgate do tradicional clube do norte do estado foi encabeçado por Ney Alves, atual presidente do clube e irmão do lateral multicampeão Daniel Alves, formado no Tricolor das Carrancas antes de chegar às divisões de base do Bahia, que o revelou.

Em uma publicação no Instagram em setembro do ano passado, Ney Alves, que também é cantor de forró e sertanejo, declarou seu amor pelo Juazeiro e prometeu que trabalharia bastante para que o clube voltasse ao “caminho de glórias”. Seis meses depois, o Juazeiro foi confirmado na disputa. Para comandar o elenco, o nome escolhido foi do experiente Nasareno Silva, que já conquistou o título da Série B no estado pelo Bahia de Feira, em 2009, e um Campeonato Brasileiro da Série C com o Joinville, em 2012. 

Daniel Alves no começo da carreira com a camisa do Juazeiro (Foto: Reprodução/Instagram Juazeiro)


Novo clube em Jacobina

A cerca de 240km de Juazeiro, a cidade de Jacobina se prepara para a estreia do Jacobinense, segundo time da cidade que foi fundado neste ano e apresentado oficialmente no mês de março. Apesar do selo de ‘estreante’, o clube buscou peças experientes para começar sua trajetória no futebol da Bahia de maneira marcante. É o que promete o presidente e investidor do clube, Marcos Manassés.

“Foi montada uma estrutura de time da primeira divisão para disputar a segunda. Contratamos uma base de time com jogadores que estavam no Uberlândia jogando o Campeonato Mineiro contra Atlético, América, Cruzeiro… grandes equipes. Trouxemos a comissão técnica de Minas Gerais também, onde estavam em uma competição difícil, de alto nível”, explicou Manassés, que é ex-deputado estadual.

Um dos contratados da equipe mineira é o treinador Paulo Foiani, que já treinou Juazeirense e Jacuipense na Bahia, em 2015 e 16, respectivamente. Junto com ele chegaram os laterais Elivelton e Mateus, o zagueiro William Mineiro e o goleiro Fábio Szymonek, 32 anos, que já jogou no Palmeiras. 

“Trouxemos jogadores de fora porque cria um fator novo. Os adversários não conhecem como jogam. Eu conheço todos os jogadores que atuam aqui [no futebol baiano] e sei como os treinadores montam seus times para jogar. Se eu tenho condições financeiras para contratar e os outros clubes não têm, eu saio na frente”, analisa Marcos Manassés.

Mas essa não é a primeira vez que o gestor investe em um clube da cidade. Isso porque o Jacobina, que também disputará a Série B, já foi gerenciado por Manassés, mas a parceria chegou ao fim. Por isso, quando foi questionado por que escolheu a cidade para montar o novo clube, ele reforçou que a ideia é valorizar o futebol da região. E quer até criar rivalidade. 

“Sempre vejo o futebol como um negócio, e ter uma rivalidade é um bom negócio. Não quero só ganhar, quero dar um espetáculo. Quero golear e o único time que vai fazer parte e permanecer na cidade vai ser o Jacobinense. O Jacobina é carta descartada”, provocou.

Feirense agora é Universitário

O campeonato terá uma divergência entre sua tabela oficial e o nome de uma das equipes inscritas. A tradicional equipe do Feirense, de Feira de Santana, alterou seu nome para Clube Atlético Universitário e mandará suas partidas em Santo Antônio de Jesus. Porém a alteração ainda não foi aprovada pela CBF. Segundo a Federação Bahiana de Futebol (FBF), o trâmite não tem data para ser concluído e, enquanto isso, o time será identificado das duas formas.

Para a torcida e para o próprio clube, dentro de sua estrutura, redes sociais e uniformes o nome é Atlético Universitário. Para a FBF, o nome ainda é Feirense, que consta em documentos oficiais, como tabelas e regulamento da competição. A Federação garante que isso não implica em qualquer penalidade ao clube.


Conheça todos os clubes que vão disputar a Série B

Associação Desportiva Jequié

Cidade: Jequié
Ano de fundação: 1969
Estádio: Waldomiro Borges

Botafogo Sport Club

Cidade: Senhor do Bonfim
Ano de fundação: 1914
Estádio: Arena Cajueiro, Feira de Santana*
Mando da 1ª rodada

Canaã Esporte Clube

Cidade: Irecê
Ano de fundação: 2018
Estádio: Carneirão, Alagoinhas*
Mando da 1ª rodada

Feirense/Clube Atlético Universitário

Cidade: Santo Antônio de Jesus
Ano de fundação: 2022
Estádio: José Trindade Lobo

Flamengo de Guanambi

Cidade: Guanambi
Ano de fundação: 2009
Estádio: 2 de Julho

Fluminense de Feira Futebol Clube

Cidade: Feira de Santana
Ano de fundação: 1941
Estádio: Joia da Princesa

Galícia Esporte Clube

Cidade: Salvador
Ano de fundação: 1933
Estádio: A definir

Grapiúna Atlético Clube

Cidade: Itabuna
Ano de fundação: 1998
Estádio: A definir

Itabuna Esporte Clube

Cidade: Itabuna
Ano de fundação: 1967
Estádio: Lomanto Júnior, Vitória da Conquista*
*Mando da 1ª rodada

Jacobina Esporte Clube

Cidade: Jacobina
Ano de fundação: 1993
Estádio: José Rocha

Jacobinense Esporte Clube

Cidade: Jacobina
Ano de fundação: 2022
Estádio: José Rocha

Juazeiro Social Clube

Cidade: Juazeiro
Ano de fundação: 1995
Estádio: Adauto Moraes

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas