Thiago Gagliasso pede 'bolsa irmão' a Bolsonaro: 'Deu ruim te apoiar'

variedades
25.10.2018, 15:04:00
Atualizado: 25.10.2018, 15:40:12
(Foto: Reprodução/Instagram)

Thiago Gagliasso pede 'bolsa irmão' a Bolsonaro: 'Deu ruim te apoiar'

Em post bem-humorado, ele deixa claro que briga em família foi mesmo motivada por política

O ator Thiago Gagliasso fez um post falando sobre eleições que deixa claro que o motivo de sua divergência com o irmão Bruno e a cunhada Giovanna Ewbanck foi mesmo político. Nessa quinta (25), o ator escreveu um comentário na página do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) e depois printou a mensagem e postou no seu perfil do Instagram. no texto, Thiago brinca que vai precisar de uma "bolsa irmão".

"Arruma um bolsa irmão aí pra mim! Que deu ruim te apoiar", escreveu Thiago para o candidato do PSL. Bolsonaro respondeu de maneira curta: "Um grande abraço, Thiago".

Na legenda da foto com o print, Thiago escreveu: "Marque aqui seu amigo (a) que depois de expressar seu voto nessas eleições... vai precisar de uma 'bolsa' irmão, amigo, pai, mãe, primo, parceiro do trabalho, 'bolsa' grupo de whatsapp... de tanto que brigou nessas eleições! Está acabando! Vamos. Por um presidente que saiba separar divergências @jairbolsonaro #ForaPT".

 

“Já que ela ama tanto falar da vida pessoal no ”Amores da Gioh” [canal de Youtube] porque ela não posta isso também lá? A TV não morreu, apenas não é mais um monopólio de opinião, independente da emissora ! Seja Globo, Record, SBT o que for! Não é tão difícil de entender... principalmente pra alguém que lucra tanto com a internet né...Infelizmente não me tornei um dos ‘Amores da Gioh’ @gio_ewbank".

Thiago já participou de programa de Giovanna na internet (Foto: Reprodução)

“Mas gostaria muito de lhe informar que não moro mais no apartamento do meu irmão (e mesmo que morasse, não teria vergonha por não pensar igual a ele, afinal, não somos gêmeos de cérebros, apesar da semelhança física). Liga lá na escola do meu filho, pergunta se estou devendo algo. Se precisasse da ajuda dele aceitaria viu. Mesada pra mãe? Eu teria orgulho em poder proporcionar a minha mãe o que ele faz por ela, o nome disso é gratidão. Não sei se você conhece. Apartamento do meu irmão para ficar? Relaxa! Tenho amigos que certamente me receberão com o maior prazer”.

"Quem escreve o que quer... leia as consequências! Não preciso aparecer... mas as verdades chegam! Por que chegou a hora né? É fácil defender causas nobres sem saber a realidade de muitos. Ou talvez a sua própria. Nunca fui de expor minha vida pessoal, mas infelizmente foi necessário! Seja bem vindo a realidade".

Bruno e Giovanna, ao contrário de Thiago, entraram na campanha "Ele Não", contra Bolsonaro. No final de semana, Thiago divulgou um print de uma conversa com a cunhada, que sugere que ele era mal-agradecido diante da ajuda que recebia de Bruno.

"Amorzinho. Espero que quando o seu desejo da 'TV morta' se realize (porque deve ser isso mesmo) vocês estejam preparados para: Não ter o apartamento que seu irmão deu para vocês morarem no Rio de Janeiro; não ter ajuda do seu irmão quando você não pagar a escola do seu filho e ele te salvar; não ter a mesada que seu irmão dá para a sua mãe; não ter o apartamento de São Paulo do seu irmão para ficar; entre outras tantas coisas...", diz o texto da conversa. Na legenda, Thiago postou um desabafo.

Thiago publicou parte de conversa com Giovanna (Foto: Reprodução)

Bruno Gagliasso comentou brevemente a confusão em família durante o evento de divulgação do filme "Todas as Canções de Amor", no Rio de Janeiro. "Cabe a cada um saber fazer bom uso da rede social ou não. Eu escolho usar para propagar o amor. O amor é minha filha, família. O amor é para cada um. É aceitar o que é [o outro]. O amor faz tudo acontecer, mas o amor muda. Se você me perguntasse há três dias, minha resposta poderia ser outra".

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas