Tiroteio e execução: moradores do IAPI vivem noite de terror

salvador
26.08.2021, 10:53:00
(Arisson Marinho/CORREIO)

Tiroteio e execução: moradores do IAPI vivem noite de terror

Disputa entre facções teve intenso tiroteio no bairro

Após a noite de tensão com a invasão de uma casa e moradores feito como reféns no IAPI, moradores da Divineia viveram uma madrugada de terror com um intenso tiroteio. Um homem foi executado, durante a disputa entre facções.

A disputa seria entre as facções Ordem e Progresso (OP), que antes dominava o tráfico de drogas na área, e o Bonde do Maluco (BDM), que comanda o local. O ataque aconteceu na Rua Clemetino Heitor de Carvalho, e o homem, ainda sem identificação foi encontrado morto na 2ª Travessa do Horto. A vítima ainda não tem identificação, o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) está no local. 

Na Rua Clementino Heitor de Carvalho, vários projetéis ficaram no chão. Várias casas foram atingidas pelos disparos. Com medo, as pessoas não saíram de casa. 

(Arisson Marinho/CORREIO)
(Arisson Marinho/CORREIO)
(Arisson Marinho/CORREIO)

Em nota, a Polícia Militar informou que policiais da 37ª CIPM foram acionados por volta das 8h para atender a uma ocorrência de homicídio. No local, a equipe encontrou um homem morto por disparos de arma de fogo.

"Os policiais militares isolaram a área até a chegada do Serviço de Investigação em Local de Crime (Silc) para realização da perícia e remoção do corpo". 

A PM informou ainda que o policiamento segue intensificado na região do IAPI com guarnições da 37ª CIPM e apoio da CIPT Rondesp BTS.

Reféns
Uma família foi mantida refém por uma quadrilha, na noite desta quarta-feira (25) na localidade da Divinéia no IAPI, em Salvador. Após negociações com equipes especializadas da Polícia Militar, a família foi libertada.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, a ocorrência foi iniciada às 20h, quando guarnições do Pelotão de Emprego Tático Operacional (Peto) da 37a CIPM (Liberdade) flagraram um grupo armado.

Durante cerca de 2h, os criminosos divulgaram vídeos nas redes sociais. Os homens apareciam armados. E afirmavam que queriam sair do local vivos. Nas imagens é possível ver uma mulher e uma criança, além de um homem ensanguentado. Em outro vídeo compartilhado por aplicativos de mensagens, um homem mostra um refém e filma dois policiais na entrada do local.

Um dos reféns teve um ferimento leve na testa e os outros dois saíram ilesos. Na casa, os PMs apreenderam uma submetralhadora calibre 9mm, duas pistolas calibre 380, carregadores, munições e uma placa balística frontal, em aramida. 

***

Em tempos de desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informações nas quais você pode confiar. E para isso precisamos de uma equipe de colaboradores e jornalistas apurando os fatos e se dedicando a entregar conteúdo de qualidade e feito na Bahia. Já pensou que você além de se manter informado com conteúdo confiável, ainda pode apoiar o que é produzido pelo jornalismo profissional baiano? E melhor, custa muito pouco. Assine o jornal.


Relacionadas