Um mês após morte de Moraes Moreira, irmão faz poema em homenagem ao cantor

sua diversão
14.05.2020, 08:56:26
Atualizado: 14.05.2020, 09:01:13
(Foto: Divulgação)

Um mês após morte de Moraes Moreira, irmão faz poema em homenagem ao cantor

Artista morreu no dia 13 de abril

Na última quarta-feira (13) completou um mês da morte de Moraes Moreira. Para relembrar a data, o irmão do cantor, Zé Walter, criou um poema em homenagem ao ex-integrante dos Novos Baianos.

Ai ai, saudade, não venha me matar;
Maio, 13, faz um mês que se foi Moraes Moreira,
Chegando ao fim da carreira, 
Porém bonito ele fez,
Sem jamais perder a vez,
Em seu rumo pretendido,
De ser um artista querido,
Pelo povo brasileiro,
Com seu perfil mensageiro, 
No 10 de queixo caído.

Partiu sem dizer adeus, 
Numa manhã de segunda, 
Deixando uma dor profunda, 
Em seu público e nos seus;
Para viver junto a Deus, 
Com seu lugar merecido,
Mas sem ter nada sofrido em sua vida terrena,
Nesse vírus que envenenam
No 10 de queixo caído. 

De cantor para cantador, transformou-se com paixão;
Abraçado ao violão, 
Aumentando o seu valor;
Cordelista, sim senhor,
Como foi reconhecido, 
Causando alarido pela criatividade;
Para ele sem novidade, 
No 10 de queixo caído.

Tinha muito a produzir, 
Como sempre renovando,
Os seus poemas criando, 
Sem modelos repetir,
E na busca descobrir, 
Aquele verso escondido,
Que feria o seu sentido, 
Pois logo depois explodia,
Num caminhão de alegria, 
No 10 de queixo caído.

O que mais dizer, meu irmão? 
Para aplacar a saudade,
Que fere sem piedade,
Este velho coração,
Bate com emoção, porém muito agradecido,
Pelo que foi recebido em variadas postagens,
Com verdadeiras mensagens,
No 10 de queixo caído.

Cada mês será somado,
No corrido calendário,
Registrando esse fadário,
Para ser sempre recordado,
E com orgulho guardado,
Com seu oito reunido,
Mês de julho já sabido,
Dessa lenda brasileira,
Que foi Moraes Moreira,
No 10 de queixo caído.

Morte
Moraes Moreira morreu aos 72 anos no dia 13 de abril. O cantor sofreu um infarto agudo do miocárdio enquanto dormia, segundo a assessoria. Ele estava em sua casa, na Gávea, ao falecer - ele vivia sozinho e já foi encontrado morto. 

O cantor deixou dois filhos, o também músico Davi Moraes e Maria Cecília, e dois netos, Alice e Francisco.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas