Universidades particulares oferecem descontos de 30% a 100% com nota do Enem

salvador
15.04.2021, 05:15:00
Atualizado: 15.04.2021, 09:03:26
(Divulgação)

Universidades particulares oferecem descontos de 30% a 100% com nota do Enem

Objetivo é atrair alunos que não foram selecionados pelo Sisu; cursos de Medicina não entram na lista 

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

Universidades particulares de Salvador começaram uma campanha para atrair alunos que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) este ano e que não foram selecionados pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu). As instituições oferecem descontos a partir de 30% na mensalidade e até bolsa integral, a depender da nota no exame. O CORREIO procurou 17 instituições da capital e a maioria oferece descontos entre 60% e 100% - veja detalhes no final da matéria.  

“A depender do perfil do aluno e do curso, os descontos estão em média de 30% até a bolsa integral, para seduzir os alunos. Somente os cursos de medicina que não são contemplados, porque é um curso muito caro e com uma demanda muito alta e não tem como manter nesses critérios”, presidente da Associação de Entidades Mantenedoras de Ensino Superior Particular do Estado da Bahia (Abames/Semesb), Carlos Joel. Na Unirb, faculdade onde ele é reitor, os descontos variam de 30 a 60%. 

Na UniNassau, as reduções são de 60% para os estudantes que tiraram nota entre 250 e 899 na prova. Para os que pontuaram acima de 900, a bolsa é integral – e não há limitações de quantidade. A reitora da faculdade, Cecília Queiroz, explicou que todos os alunos que atingissem nota superior a esta têm direito à promoção. O único curso que a modalidade não se aplica é o de Medicina, que não tem Salvador, Lauro de Freitas ou Feira de Santana, mas existe nas outras unidades da instituição pela Bahia.  

“Lançamos essa campanha desde que saiu a nota do Enem, o aluno tem a possibilidade de usar a nota dele para ver a projeção dos descontos. Isso vale como incentivo para que possa entender que passou pela pandemia e está conquistando a vaga pela nota, ingressando com um desconto diferenciado”, explica a reitora.  

Cecília ainda diz que a universidade se mobilizou, neste momento pandêmico, para ampliar os descontos. “Os alunos sabem que o Enem é a porta de entrada para uma universidade, para uma nova vida. Percebemos que temos uma parcela de contribuição para que a pessoa não atrase sua vida, sem contar que muita gente ficou desempregada e precisa desse abatimento, por isso que os programas estudantis foram ampliados, por conta do momento”, pontua Queiroz. 

Na UniFTC, Unime, Pitágoras, Unopar, as bolsas também variam de 60% a 100% pela nota do Enem. Entre 300 e 650 pontos, na FTC, o aluno garante 60% de desconto até o final do curso. Já entre 651 a 800 pontos, a redução é de 65%. Dos 801 a 900 pontos, são 70% de promoção e os que atingirem entre 901 pontos e 100o pontos, terão bolsa integral em qualquer curso e em qualquer unidade, exceto Medicina. O prazo para inscrição é até 30 de abril. A universidade ainda oferece um vestibular online. Se aprovado, o estudante pagará R$ 49,90 na primeira mensalidade e pode concorrer a bolsas de 60%. Para mais informações, acesse o site https://vestibular.uniftc.edu.br.  

Na Unijorge, o desconto de 60% é garantido a partir de 300 pontos. Já para a bolsa de 100%, os que tirarem nota mínima de 450, podem concorrer, mas o desconto não é automático. Os que se matricularem para primeiro semestre de 2021, pagam três mensalidades neste semestre, têm desconto de 90% na primeira mensalidade e de até 60% nas duas mensalidades seguintes.  

“Estamos sempre pensando nas necessidades dos nossos alunos e como atendê-los da melhor forma, então oferecemos possibilidades de descontos e facilidades. Nesse momento atípico, entendemos as dificuldades que atingem as pessoas, então é fundamental o apoio da instituição para que os jovens possam dar continuidade a seus projetos e que possam transformar suas vidas através da educação", diz o diretor de marketing Unijorge, Davino Pontual. A matrícula deve ser feita até 25 de abril e as aulas iniciam 10 de maio.  

Davino Pontual diz que Unijorge facilitou descontos por conta da pandemia. Crédito: Divulgação/Unijorge

Na Universidade Católica de Salvador (Ucsal), as inscrições para o uso da nota do Enem são até a próxima sexta-feira (16). O candidato será contemplado com a isenção das duas primeiras mensalidades, 80% de desconto na terceira e bolsas de até 50% até o final do curso. Para isso, é preciso que ele tenha tirado 300 pontos na média geral, não ter zerado nenhuma das provas nem a redação. A partir daí, a nota determina ainda se o aluno terá descontos que podem variar de 30 a 50%. 

Na Unifacs, o candidato pode usar a nota do Enem até de 2010, se quiser. Por conta da demora do resultado da prova, a universidade prorrogou as inscrições até final de abril, inclusive para o programa de bolsas. Quem tirar entre 300 e 399 pontos, garante 50% de desconto. Já de 400 a 499, 55%; de 500 a 599, 60%; de 600 a 699, 70%; de 700 a 799 pontos, 75%; de 800 até 899 pontos, 80% de desconto e a partir de 900 pontos, bolsa integral.  

No Centro universitário AGES, os candidatos concorrem a bolsas de até 100% durante todo o curso (exceto Medicina) e podem inclusive começar a estudar agora em uma das turmas em andamento ou nas novas turmas a partir do dia 19 de abril. As bolsas são limitadas e os candidatos interessados em concorrer devem conferir as regras no site da instituição: ages.edu.br/enem. 

Para que os alunos não saiam prejudicados, algumas faculdades vão criar turmas especiais ou antecipar a matrículas de 2021.2. “Esse ano, os alunos que fizerem Enem ficaram prejudicados em relação ao acesso ao sistema de vagas. Estamos no meio do semestre, temos que trabalhar com turmas especiais ou antecipar, para possibilitar um calendário que cumpra 100 dias letivos e esses alunos não fiquem prejudicados", detalha Joel. É o caso da Unijorge e do Centro universitário AGES. 

Nota do ENEM em faculdades particulares pode ser opção 
Para os alunos que não atingiram nota suficiente no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), plataforma que utiliza a nota do Exame Nacional do Ensino Médio para o ingresso em universidades públicas de todo o país, as bolsas e descontos nas universidades particulares são uma boa opção. A inscrição no Sisu terminou na quarta-feira (14) e estudante Marianna Caldas, 19, acredita que, com a nota que atingiu, não irá passar. Seu foco é uma universidade pública, mas, se conseguisse desconto, pensaria sobre.  

“Se tivesse, eu até cogitaria, mas o que eu quero mesmo é pública, talvez uma Bahiana, mas pública é meu foco. Se fosse um desconto muito, muito bom, eu poderia pensar sobre”, confessa Marianna. O curso que ela, no entanto, é Medicina, um dos únicos que as faculdades particulares não oferecem abatimento, por conta da alta demanda. “Acho horrível, porque elas oferecem bolsa para todos os outros cursos, menos para Medicina”, reclama a estudante, que tirou média de 749 no Enem.  

Já Iasmim Soares, 19, usou a nota do ENEM para conseguir desconto no curso de direito da Universidade Católica. Ela ingressou na faculdade este ano com a nota do ENEM de 2019 e conseguiu bolsa integral. Antes, ela chegou a cursar um semestre na Ufba, em Ciências Sociais. “Em 2019, fiz o ENEM e passei no segundo semestre pelo SISU, mas não foi o curso que eu queria. Esse ano eu coloquei minha nota de 2019 no Prouni e consegui uma bolsa de 100% na Universidade Católica de Salvador”, conta Iasmim.  

Ela estudou no Colégio Militar e diz que não teria condições de pagar uma faculdade particular, por isso que pleiteou uma vaga como bolsista. Em 2021, ela até chegou a fazer a prova novamente. “Fiz novamente esse ano pra ver como seria, mesmo sabendo que eu não tinha estudado e que não iria conseguir passar no SISU para a federal. Como já tenho uma bolsa em uma particular, não tenho intenção de usar a nota do Enem 2020, escolhi preservar a bolsa pra ingressar no segundo semestre”, completa a estudante de direito. 

A estudante Iasmim Soares optou pela bolsa integral para cursar direito na Ucsal. Crédito: Acervo Pessoal.

Outras facilidades 
No Centro Universitário Senai Cimatec, não haverá descontos na mensalidade pela nota do Enem, por conta da demora da aplicação da prova. No entanto, a pró-reitora administrativa-financeira do Senai Cimatec, Tatiana Ferraz, indica aumentará a oferta dos cursos de Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Civil, Engenharia de Computação e Engenharia Mecânica em 2021.2. 

A Faculdade Baiana de Direito e Gestão não usará a nota do Enem para dar descontos, mas está com o processo seletivo 2021.2 aberto, no qual a nota do exame pode ser usada para as vagas remanescentes. A forma de ingresso principal é o vestibular próprio da faculdade. Além disso, a Baiana conta com um programa de seleção para estudantes autodeclarados negros e pardos que cursaram ensino médio em escola pública ou com bolsa integral em escola particular. São quatro vagas de bolsas com desconto de 100%.  

A Faculdade Batista Brasileira dará descontos pela nota do Enem, mas a política da empresa é não informar valores. Além do exame nacional, a FBB tem vestibular próprio, com inscrições abertas para 2021.2. Na Faculdade 2 de Julho, não há descontos especiais para alunos que tiraram boas notas no Enem, mas sim para todos que quiserem ingressar, de 50%. A Faculdade Bahiana de Medicina adota o exame nacional como forma de ingresso e algumas facilidades são oferecidas. Consulte no site https://bahiana.edu.br/noticias/detalhes/36010/processo-seletivo-enem-2--2021-2/.  

A Uniruy e a Área 1 não enviaram resposta até o fechamento do texto. o Centro Universitário Social da Bahia (Unisba) não pôde retornar os questionamentos.  

Confira os descontos de cada universidade a partir da nota do ENEM: 
UniFTC 
De 300 pontos até 650 pontos: 60% até o final do curso 
De 651 pontos até 800 pontos: 65% até o final do curso 
De 801 pontos até 900 pontos: 70% até o final do curso 
De 901 pontos até 100 pontos: 100% até o final do curso 
Unifacs 
De 300 até 399 pontos: 50% de desconto 
De 400 até 499 pontos 55% de desconto 
De 500 até 599 pontos: 60% de desconto 
De 600 até 699 pontos: 70% de desconto 
De 700 até 799 pontos: 75% de desconto 
De 800 até 899 pontos: 80% de desconto 
A partir de 900 pontos: 100% de desconto 
UniNassau 
De 250 a 899 pontos: 60% de desconto 
De 901 a 1000 pontos: 100% de desconto 
Unijorge
300 a 449 pontos: bolsa de até 60% em todo o curso
a partir de 450 pontos: concorre a bolsa de 100%
Ucsal - descontos de 30 a 50% a partir de 300 pontos + duas isenções e 80% de desconto na terceira mensalidade 
Faculdade 2 de Julho – descontos de 50% 
Unirb – descontos entre 30 e 60% 
Centro Universitário AGES – descontos até 100% 
Unime - descontos entre 60 e 100% 
Unopar - descontos entre 60 e 100% 
Pitágoras - descontos entre 60 e 100%

* Com orientação da chefe de reportagem Perla Ribeiro

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas