Veja como o RH da sua empresa pode ajudar a dar um upgrade nos negócios

empregos
05.04.2021, 06:00:00
Atualizado: 05.04.2021, 11:17:38
A tecnologia transformou o departamento de recursos humanos numa a peça-chave para decisões estratégicas (Shutterstock/reprodução)

Veja como o RH da sua empresa pode ajudar a dar um upgrade nos negócios

Tiago Mavichian conversou com exclusividade com o Correio e deu dicas sobre digitalização nos negócios e no RH

Em momentos como o que vivemos, o jornalismo sério ganha ainda mais relevância. Precisamos um do outro para atravessar essa tempestade. Se puder, apoie nosso trabalho e assine o Jornal Correio por apenas R$ 5,94/mês.

A transformação digital e um caminho sem volta. Desde o início da pandemia, as empresas que conseguiram implementar gestões mais automatizadas, conseguiram prever melhores resultados no mercado. Dentre todos os departamentos que as empresas podem automatizar, há um grande movimento a favor da área de recursos humanos. Com a nova Revolução Industrial 4.0, que insere a tecnologia em nossa rotina, o RH 4.0 também se transformou e passou a digitalizar processos que antes eram feitos de forma arcaica. Dessa forma, esse setor passa a ser a peça-chave para decisões estratégicas na empresa.

O Correio conversou com o CEO e fundador da Companhia de Estágios HR Tech, que é uma das referências no mercado e recrutamento Tiago Mavichian. O especialista deu dicas importantes sobre as tecnologias que farão os negócios decolarem esse ano.  

Tiago Mavichian conversou com exclusividade com o Correio e pontuou como as organizações podem tirar o melhor proveito dos conceitos do RH 4.0 (Foto: Divulgação)


Quem é?

Tiago Mavichian é pós Graduado em Gestão Estratégica de Pessoas pela Mackenzie. Fez graduação em Administração de Empresas pela Escola de Comércio Álvares Penteado FECAP e foi professor, durante dois anos da Fapcom em negócios e empreendedorismo. Atualmente, atua no planejamento e coordenação de programas de atração de talentos para empresas como Amazon, Twitter, Corteva, Scania, Microsoft, Dow, Clariant e outras. Entre as suas especialidades estão o  desenvolvimento de programas de atração de jovens talentos, projetos de desenvolvimento de talentos, programas de gestão e avaliação de talentos.

1. Como a digitalização vem impactando as organizações no Brasil, especialmente o RH?

O processo de digitalização, que já vinha em ritmo acelerado, acelerou ainda mais no atual contexto de pandemia. As empresas passaram a rever processos e buscaram executá-los de forma mais simples, rápida e digital. O RH, pelo alto volume de processos e documentação, é uma área com enorme oportunidade de melhorias. Há diversos processos que podem ser otimizados: divulgação de vagas, recrutamento e seleção, feedback aos candidatos, admissão, agendamento de exames médicos e até onboarding – tudo isso,  com auxílio da tecnologia, tem possibilidade de ser feito de forma digital e mais rápida. Outro impacto importante, que não poderia ser deixado de lado, é que a necessidade urgente de digitalização explica a atual guerra por talentos (como desenvolvedores, por exemplo) na área de tecnologia, movimento que vem levando empresas a contratar e formar as pessoas internamente para suprir a carência de mão de obra. 

2. Quais as tecnologias podem dar um upgrade de qualidade nas empresas? Comente sobre elas.

Mais do que ter uma tecnologia, precisamos saber usá-la. Tomar decisões assertivas e de forma rápida é um dos principais desafios atualmente. Nós, por exemplo, usamos gamificação para selecionar talentos que serão futuros líderes de algumas das maiores empresas do país. Também usamos inteligência artificial para filtrar os melhores candidatos para as vagas, analisando não apenas filtros de cursos, ano de formação, geolocalização, testes de inglês e lógica, mas também soft skills  e a personalidade dos estudantes. Assim, fazemos o “match” mais assertivo entre vaga e candidato. Outro exemplo é a admissão dos candidatos. Hoje, eles recebem a oferta, assinam contrato, fazem o upload de documentos e agendamento do exame médico 100% online. O processo é rápido e fluido. Não adianta a empresa investir em employer branding, mas fazer um processo de seleção com ótima experiência dos candidatos e falhar nos processos seguintes de admissão e onboarding.
 
3. No que consiste o RH 4.0 e quais as aplicações mais evidentes?

O RH 4.0 nada mais é a inserção de novas tecnologias para melhorar a gestão de pessoas. Big Data, Inteligência artificial e automação são algumas das principais tecnologias que vêm sendo utilizadas na revisão dos processos de RH . Quando você abre uma vaga, por exemplo, ela é automaticamente publicada em vários job boards (painéis de divulgação de oportunidades), os profissionais se aplicam em instantes, apenas vinculando o Facebook ou LinkedIn. O processo é digital, ágil e com comunicação constante. Esses são alguns exemplos práticos de aplicações 4.0 na área de recrutamento e seleção.

4. Com a digitalização, como o RH pode se transformar em peça-chave para decisões estratégicas na empresa?

Com a digitalização, os RHs passam a ter ainda mais acesso a informações. Os dados estão organizados e sobra mais tempo, que antes era dedicado para atividades operacionais. A pauta passa a ser: marca empregadora (employer branding), jornada do empregado (employee journey), saúde mental, home-office e outros temas fundamentais para que as empresas consigam engajamento e times de alta  performance. O RH que responde a isso rápido se torna mais competitivo. Na prática, significa que este RH perde menos talentos e tem mais facilidade em atrair novos.

5. Como as organizações podem tirar o máximo de proveito da nova Revolução Industrial 4.0?

A questão aqui é aproveitar a tecnologia para liberar tempo, focando ações estratégicas que façam a diferença para as pessoas e para o negócio. Além disso, os avanços tecnológicos tornam muitas das práticas  de RH mais eficazes. Quando colocada em prática, a A.I. aumenta em 80% a assertividade dos perfis profissionais, levando para as próximas etapas da seleção pessoas alinhadas ao propósito e aos valores da companhia, o tal fit cultural. A tecnologia também auxilia a atrair diversidade, uma das maiores dores do RH atualmente.  

6. Que conselhos poderiam ser dados para as pequenas empresas nesse momento? 

Eu recomendo que busquem ferramentas de automatização e digitalização. Hoje, existem muitas boas soluções disponíveis no mercado a preços acessíveis. Só isso dará tempo e foco para que as empresas pensem em soluções melhores para os seus clientes (internos e externos). Ou seja, a tecnologia pode ser para melhorar a experiência do seu consumidor, mas ela também deve ser considerada para dar rapidez e segurança às atividades do dia a dia. Existem apps e plataformas, por exemplo, que gerenciam toda a parte financeira de um negócio, ajudam na cobrança, oferecem gráficos com previsões e auxiliam o empreendedor a ter uma boa gestão. Existem também ferramentas de marketing para gerenciamento de redes sociais e marketplaces para impulsionar as vendas de pequenos comércios e muitas outras soluções criadas por startups e grandes empresas que podem ser consumidas no modelo “software as a service”. Como eu disse antes, de maneira geral, essas soluções são acessíveis e trazem um grande impacto para a operação de pequenos e médios negócios.

Confira algumas tecnologias que podem ajudar no processo da transformação digital e ajudar o setor a decolar em 2021. 


Automatização de processos:
A Vianuvem, é a primeira startup com software BPM - que tem a função de automatizar e transformar o trabalho manual e burocrático de uma empresa, em uma atividade digital e muito mais ágil - que não utiliza códigos para programação de processos. Ela atua na transformação digital de vários setores corporativos, dentre eles, o segmento de RH. Por meio do workflow da plataforma é possível realizar os trâmites de contratação, demissão de colaboradores e também a solicitação de documentos de forma rápida, que podem ser fotografados e anexados pelo próprio funcionário. Nesse processo, o colaborador recebe o pedido via SMS ou e-mail.

Background check acelerado:
Entender quem são seus futuros colaboradores e parceiros minimiza riscos de possíveis fraudes e desvios financeiros. Por isso, upLexis oferece ferramentas de bigdata que aceleram processos de investigação pessoal (KYC, KYE, KYC), due diligence, background check, entre outros processos, auxiliando tomada de decisões por meio de tecnologias para busca e estruturação de informações retiradas de grandes volumes de dados (big data) extraídos da internet e de outras bases de conhecimento.

Gestão de colaboradores e recrutamento de novos talentos:  
Contratar novos funcionários e fazer a gestão de forma remota se tornou um grande desafio para líderes e profissionais de Recursos Humanos. Dessa forma, ferramentas como a plataforma Sólides que automatiza a atração, o desenvolvimento e a retenção de talentos por meio de inteligência de dados, oferece oportunidade de criar setores de alta performance e obter funcionários muito mais engajados, mesmo que à distância.

Soluções de armazenamento em nuvem: 
O RH em nuvem agrega maior flexibilidade para as empresas, que podem por meio da tecnologia concentrar seus dados em um só lugar, permitindo ser acessível de forma remota. A SGA TI em Nuvem, empresa especializada em nuvem, cria soluções para desafios reais que afetam companhias de diversos segmentos e portes, com tecnologias que envolvem datacenter, aplicações em nuvem, ciência de dados e inteligência artificial transformando todas as áreas e o negócio, inclusive em Recursos Humanos. Com a solução, é possível diminuir custos operacionais, garantir mais eficiência, reduzir riscos e ajudar clientes a se tornarem ainda mais competitivos, atuando sempre em conjunto com a área de TI, mesmo que à distância.

***

Em tempos de coronavírus e desinformação, o CORREIO continua produzindo diariamente informação responsável e apurada pela nossa redação que escreve, edita e entrega notícias nas quais você pode confiar. Assim como o de tantos outros profissionais ligados a atividades essenciais, nosso trabalho tem sido maior do que nunca. Colabore para que nossa equipe de jornalistas seja mantida para entregar a você e todos os baianos conteúdo profissional. Assine o jornal.


Relacionadas