Agências do INSS reabrem na Bahia após 81 dias de greve

Postos da Avenida Sete, Comércio e Brotas tiveram grande procura. Médicos peritos permanecem em greve por tempo indefinido

Publicado em 1 de outubro de 2015 às 12:23

- Atualizado há 10 meses

Após 81 dias de greve, os servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) iniciaram, na manhã desta quarta-feira (1°), o atendimento aos segurados na Bahia. As agências abriram às 7h e priorizaram quem já possuía serviços agendados.O posto localizado no bairro das Mercês, em Salvador, foi um dos mais movimentados, além das agências do Comércio e de Brotas. As filas, porém, não surpreenderam os funcionários, que consideraram o fluxo normal para o primeiro dia de retorno depois de um longo período de paralisação.Agências do INSS reabrem na Bahia após 81 dias de greve(Foto: EBC)"O movimento foi tranquilo para o que a gente esperava. As pessoas entenderam que todos não poderiam ser atendidos em um único dia", concluiu o Chefe da Divisão de Benefícios do INSS, Marcelo Caetano.Ele pediu que o público procure os canais de agendamento, antes de se dirigir aos postos, para evitar filas e deslocamentos desnecessários. Muita gente, porém, reclama de não encontrar datas para os serviços antes do final deste ano. Mesmo com o retorno das atividades, os médicos peritos permanecem em greve por tempo indefinido e todas as perícias devem ser remarcadas.Poucos funcionáriosA agência das Mercês operou pela manhã com 50% da equipe, por conta de funcionários que estavam de férias e do próprio restabelecimento das atividades após a paralisação. Por dia, a média de atendimento na agência é de 700 pessoas. O atendimento ainda sofreu atrasos por conta de quedas no sistema operacional durante a manhã.

A empregada doméstica Regina Silva Pereira, 50 anos, chegou ao local, às 6h30, para tentar regularizar o débito relativo ao boleto de contribuição. Desde julho, ela não consegue gerar o pagamento e se preocupa com o valor de juros que será cobrado. "Já esperei um tempo grande e ainda vou precisar esperar mais", lamentou. Regina também procurou a agência para calcular os anos que faltam até ser beneficiada com a aposentadoria.Os portadores de procurações vencidas ou prestes a vencer terão os prazos estendidos até o dia 31 de outubro. Um mutirão para regularizar a situação ainda não tem data definida.

* Simone Melo é integrante da nona turma do Correio de Futuro. Com informações da repórter Priscila Natividade