Concluintes dos Ensinos Médio e Fundamental estão abaixo da meta

As metas foram estipuladas pelo movimento Todos pela Educação, para quem a conclusão do Ensino Médio deve ser feita até os 19 anos; no Ensino Fundamental, aos 16

Publicado em 18 de fevereiro de 2016 às 00:01

- Atualizado há 10 meses

Apenas 43,7% dos estudantes baianos conseguiram concluir o Ensino Médio até os 19 anos em 2014. No Ensino Fundamental, somente 59,7% terminaram os estudos com 16 anos também em 2014. Os dados são do movimento Todos Pela Educação, com base nos resultados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) do IBGE.

Os números ficaram abaixo das metas estabelecidas pela organização. A ideia era que 59,7% dos alunos baianos concluíssem o Ensino Médio aos 19 anos e outros 81,1% concluíssem o Ensino Fundamental aos 16. As metas são individuais para cada estado.No cenário nacional, os índices também foram inferiores às metas. No Ensino Médio, o Brasil deveria ter atingido o indicador de 69% de conclusão na modalidade aos 19 anos, mas ficou em 56,7%. No Fundamental, a ideia era chegar a 86%, mas o índice alcançado foi de 73,7%.

Ensino FundamentalA Bahia e outros 19 estados mais o Distrito Federal não atingiram a meta estabelecida. Na comparação com outros estados do Nordeste, os baianos ficaram na terceira posição, atrás do Ceará (75,6%) e do Maranhão (67%).Em todo o país, apenas seis estados se aproximaram das metas criadas para o Ensino Fundamental: São Paulo (91,4%), Santa Catarina (89%), Mato Grosso (86,3%), Roraima (76,8%), Acre (73,9%) e Amapá (72,4%). Esses estados ficaram dentro do intervalo de confiança - uma margem criada para as metas.Na comparação entre regiões, o Nordeste ficou na penúltima posição com 62,6%, quando a meta era de 81,4%. Os nordestinos superaram apenas os estudantes do Norte. A região teve média de 59,9%, mas a meta era de 82,1%. O Sudeste apresentou o melhor resultado com 83,5%, sendo seguido por Sul (79,7%) e Centro-oeste (76,3%). Todas as cinco regiões ficaram abaixo das metas.

Ensino MédioAs séries mais avançadas da escola não apresentaram um cenário animador. Apenas cinco estados e o Distrito Federal alcançaram o intervalo de confiança criado pelo governo. Foram eles: Distrito Federal (72,4%), Tocantins (60,7%), Mato Grosso (60,5%), Acre (56%), Pernambuco (56,3%) e Paraíba (52,5%). Na comparação com os estados vizinhos, no Nordeste, a Bahia superou apenas Alagoas (37,9%) e Sergipe (39,8%). Nenhum dos estados, em todo o país, atingiu a meta.O Nordeste mais uma vez ficou na penúltima posição (48,4%), superando apenas o Norte (45,7%). A meta para os estudantes nordestinos era de 60,4%. O primeiro colocado foi o Sudeste com 64,4%, mas bem abaixo da meta estabelecida de 74,7%. O Sul aparece na segunda posição (59%) seguido pelo Centro-oeste (58,9%).