Homem é executado a tiros em praça no bairro dos Barris

Dois homens a bordo de uma moto efetuaram diversos disparos contra Ramon Diego Miranda da Silva, que morreu na hora

Publicado em 5 de outubro de 2015 às 15:45

- Atualizado há 10 meses

Ramon Diego Miranda da Silva, 30 anos, foi executado a tiros na manhã desta segunda-feira (5), nos Barris. Por volta das 10h50, segundo a Polícia Civil, dois homens a bordo de uma motocicleta efetuaram diversos disparos contra Ramon, que morreu no local. O crime aconteceu na praça Almirante Coelho Neto.(Foto: Marina Silva/ CORREIO)Cerca de quinze trabalhadores com farda da Prefeitura de Salvador faziam obras de reforma na praça desde as 8h. O assassinato aconteceu em um canto da praça, próximo a uma barraca de lanches. Nenhum dos trabalhadores disse ter visto o crime.

"A gente tava trabalhando. Do nada a gente ouviu os pipocos, todo mundo saiu desesperado. Depois veio olhar", contou um deles. A aglomeração em volta do corpo foi comentada por outra testemunha. "Ouvi seis tiros. Depois fui lá ver se eu conhecia (a vítima)", lembra.A praça, cercada de ruas de paralelepípedos, tem aparência pacata. Em frente ao local, estão instaladas algumas clínicas, a sede de um sindicato, além da Delegacia Especial de Atendimento ao Idoso. "Essa região costuma ter assaltos. Mas não lembro de homicídio aqui na praça", comenta um morador. Por conta do crime, a dona da barraca de lanches resolveu não abrir o estabelecimento e voltar para casa. Por volta das 14h, o sangue de Ramon ainda podia ser visto no local.Segundo a Polícia Civil, Ramon não tinha antecedentes criminais, mas vendia maconha no bairro. Apesar de não fazer parte de uma quadrilha, a polícia segue a hipótese de que Ramon foi executado por traficantes rivais, exercendo controle sobre a região. Ainda de acordo com a polícia, Ramon era filho de um policial militar. O caso está sendo investigado pela 3ª Delegacia de Homicídios.