Acidente entre caminhão e ônibus deixa feridos em Piatã

salvador
17.07.2017, 07:16:00
Atualizado: 17.07.2017, 15:10:24

Acidente entre caminhão e ônibus deixa feridos em Piatã

Segundo testemunhas, as pessoas que estavam no centro do coletivo foram as mais atingidas pelo impacto da batida

Um acidente entre um ônibus e um caminhão deixou pelo menos 11 passageiros feridos na manhã desta segunda-feira (17) na Avenida Otávio Mangabeira, no bairro de Piatã, em Salvador. Segundo informações da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), o acidente aconteceu por volta das 5h20, na saída da Avenida Orlando Gomes, no sentido Centro.

Quatro ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram acionadas para atender os passageiros que ficaram feridos. Segundo testemunhas, as pessoas que estavam no centro do coletivo foram as mais atingidas pelo impacto da batida.

A caçamba seguia sentido orla, quando perdeu o freio e bateu na lateral direita do  ônibus que faz a linha Parque São CristóvãoxBarroquinha. Com o impacto,  11 passageiros dos cerca de 60 que estavam no veículo ficaram feridos.

A maioria dos passageiros apresentou pequenas escoriações. Duas vítimas foram encaminhadas para o Hospital Geral do Estado (HGE). Não há informações sobre o estado de saúde dessas vítimas. 

De acordo com o motorista Luiz Carlos, 52 anos, a cambaça avançou depois de perder o freio. O veículo estava a cerca de 60km/h. "Eu trabalho há 20 anos e é uma responsabilidade muito grande transportar várias pessoas todos os dias. Estou nervoso até agora. O acidente só não foi mais grave porque eu já tenho experiência. Esse é o primeiro acidente de trânsito que eu me envolvo".

A estudante Deijane Antunes, 32 anos, estava indo para rodoviária com a mãe, a funcionária pública Dijalmira Barbosa, 50 anos, quando aconteceu o acidente. "Foi um pânico total quando aconteceu a batida. Todo mundo gritando. Acho que só não foi pior porque o motorista do ônibus teve uma reação rápida. As pessoas que mais ficaram feridas eram as que estavam em pé e as que estavam no meio do ônibus", conta.

As duas estavam indo para rodoviária, onde pegariam um ônibus com destino ao interior do estado. "A minha mãe teve pequenos arranhões, como ela é hipertensa precisou de uma ajuda médica", completa.

A auxiliar administrativo, Liane dos Santos, 33 anos, estava em casa quando recebeu a notícia do acidente pela própria filha de 16 anos. A jovem estava a caminho da escola, no Barbalho, quando aconteceu a colisão. "Ela me ligou dizendo o que tinha acontecido. Eu, como mãe, fiquei desesperada. Todos os dias ela pega esse mesmo ônibus, em Itapuã", conta.

Por volta das 9h os veículos foram rebocados e o trânsito liberado. Por conta da batida, o ônibus teve os vidros quebrados e pneus furados. Não há informações sobre o estado de saúde do motorista do caminhão.