Homem mata esposa na Bahia e dorme dois dias ao lado do corpo

bahia
05.01.2017, 15:45:00
Atualizado: 05.01.2017, 16:22:41

Homem mata esposa na Bahia e dorme dois dias ao lado do corpo

Leonatan Borges Silva matou a esposa, Maria Vera da Silva, com um golpe de faca na cabeça, após uma discussão

Um homem foi preso em flagrante acusado de matar a esposa na cidade de Medeiros Neto, na região Sul da Bahia, e manter o corpo dentro da casa do casal durante dois dias. De acordo com a Polícia Civil, Leonatan Borges Silva, 27 anos, foi preso na manhã de quarta-feira (4), quando tentava fugir.

O crime ocorreu na segunda-feira (2). De acordo com a polícia, Leonatan e Maria Vera da Silva, 39 anos, viviam juntos há 14 anos em uma casa que fica em um terreno na Rua do Pescador, bairro Aparecida, e que pertence ao pai da vítima. 

Segundo o delegado Jorge da Silva Nascimento, da delegacia de Medeiros Neto, Maria Vera foi morta em casa com golpes de faca. Ainda de acordo com ele, o casal estava bebendo em um bar e, durante uma discussão, Maria Vera teria agredido e xingado Leonatan.

Leanatan Borges, de 27 anos, confessou o crime na Bahia (Foto: Sessé Guimmas / Medeiros Dia Dia)
(Foto: Sessé Guimmas/Medeiros Dia Dia) 


"Eles são soropositivos e o Leonatan acusava a esposa de ter passado a doença para ele. Ele dizia para ela também parar de beber, mas ela não queria ouvir e ficava muito agressiva", disse o delegado Nascimento ao CORREIO.

Segundo a polícia, ao voltarem para casa, a discussão continuou e Leonatan deu um tapa no rosto de Maria Vera. Em seguida, ele esfaqueou a esposa na cabeça. De acordo com o delegado, durante os dois dias em que Maria Vera ficou desaparecida, amigos e familiares da vítima perguntaram por ela e Leonatan dizia que a esposa estava em casa e não iria sair porque estava doente.

Por conta do odor que começou a exalar da casa, vizinhos ligaram para a polícia. Ao chegarem no local, os policiais encontraram o corpo de Maria Vera e o suspeito estava tentando fugir. "O corpo da vítima já estava em avançado estado de decomposição e o Leonatan estava com a roupa impregnada. Ele chegou a dormir na mesma cama com o corpo da esposa", contou o delegado.

Ele disse ainda que Leonatan deveria fugir para a cidade de Teixeira de Freitas ou Itanhém e que ao ser preso precisou tomar um banho e trocar de roupa para poder ser ouvido, uma vez que ele estava vestindo a mesma camisa que usou quando cometeu o crime.

Ainda segundo Nascimento, o marido de Maria Vera confessou o crime logo que foi abordado pelo policiais. Leonatan foi encaminhado para a delegacia de Medeiros Neto onde está a disposição da Justiça. A faca e a roupa usadas por Leonatan no crime foram entregues pelo pai do suspeito à polícia para serem periciadas.