Bahia Farm começa com pedidos por mais energia no campo e expectativa de movimentar R$ 7,9 bilhões

Mais de 100 mil pessoas devem circular pelo complexo da maior feira agrícola do Norte-Nordeste

Publicado em 5 de junho de 2023 às 05:00

- Atualizado há 8 meses

. Crédito: Divulgação

Impulsionados pela expectativa de mais uma safra de crescimento, e com a recuperação da rentabilidade, após um dos períodos de produção mais caros da história, produtores rurais baianos vão para a próxima Bahia Farm Show em busca de melhorias nas condições de produção e para discutir o futuro do setor no estado. De terça-feira (06) até o sábado (10), máquinas com tecnologia de ponta, as soluções mais inovadoras que o campo é capaz de absorver, autoridades públicas, líderes empresariais e pesquisadores vão dividir o mesmo espaço em Luís Eduardo Magalhães, no Oeste da Bahia.  

A solenidade de abertura da Bahia Farm Show 2023, maior feira agrícola e de negócios do Norte e Nordeste, será realizada na próxima terça-feira (6), às 9h30, com a presença do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, governador do Estado da Bahia, Jerônimo Rodrigues, ministros de Estado, secretários de governo e demais autoridades federais, estaduais, regionais, além de agricultores da região do Matopiba. O presidente da feira, Odacil Ranzi, recepciona os presentes ao lado do prefeito de Luís Eduardo Magalhães, cidade sede do evento, Júnior Marabá.  

Em termos de negócios, a expectativa é que a Bahia Farm Show, pelo menos, iguale o resultado alcançado em 2022, quando foram movimentados R$ 7,9 bilhões. “Tivemos uma edição de recordes em 2022, mas o número de expositores aumentou consideravelmente este ano, o espaço está 100% tomado e temos 68 expositores em fila de espera porque não temos espaço”, avalia o produtor rural Odacil Ranzi, presidente da Associação Baiana de Agricultores e Irrigantes (Aiba) e da Bahia Farm Show, em entrevista ao CORREIO. “Do lado do produtor, com a expansão que está acontecendo na área irrigada, temos certeza de que iremos fazer uma grande feira. Todo recorde foi feito para ser batido”, acredita. 

Os números poderiam ser ainda melhores, caso o acesso energia elétrica em quantidade e qualidade suficiente para o uso econômico estivesse disponível, ressalta o produtor rural. “Hoje a energia elétrica é o que nos impede de ter uma grande expansão. Os linhões de transmissão estão chegando, mas a distribuição está muito precária. Este é o entrave que enfrentamos”, conta Ranzi.  “Pontes e estradas, nós estamos construindo. Os acessos, a gente enfrenta e tenta melhorar, mas a energia tem nos impedido de ampliar os negócios”, lamenta. Ele cita projetos para a instalação de usinas de etanol, de uma tecelagem de algodão, todos dependendo de uma solução para o problema.   

O produtor rural João Lopes, representante da cafeicultura e um assíduo frequentador da Bahia Farm, aponta o adensamento das redes de energia como principal desafio para o desenvolvimento da região. Além disso, cita questões como a regulamentação fundiária como outro assunto no radar. "Vamos discutir legislação fundiária do estado, a discussão do que seria a atuação mais importante do governo na área, que é a infraestrutura. Precisamos de muito mais redes de energia", destaca. 

Com 100% dos espaços comercializados, a feira apresentará uma série de marcas e produtos que estarão, pela primeira vez, na feira agrícola com a perspectiva de fechar bons negócios. Das 410 empresas expositoras já confirmadas, 20% são estreantes. A organização do evento prevê que, ao longo dos cinco dias, mais de 100 mil pessoas circulem pelo complexo para conferir as principais novidades tecnológicas que envolvem o setor agrícola, como maquinário e equipamentos agrícolas, sementes, defensivos e fertilizantes, veículos, aviões, irrigação, energia renovável, softwares e equipamentos de informação em tempo real, dentre outros.

Tecnologia  Imagem mais visível do setor para quem olha de fora para o agronegócio baiano, as máquinas agrícolas representam mais eficiência, produtividade e rentabilidade no campo – qualidades indispensáveis para o fechamento das contas em meio a altas nos custos de insumos fundamentais para o setor. A Bahia Farm Show 2023 reunirá o que há de mais avançado em plantadeiras, colheitadeiras, pulverizadores, tratores, dentre outras tecnologias agrícolas que prometem levar maior precisão e autonomia para o campo.   

Dentre os 420 expositores confirmados que representarão um total de 1200 marcas, parte deles estarão em estandes, que vem sendo montados na área central do Complexo Bahia Farm, e que atrairão de longe a atenção do público presente pela grandiosidade das máquinas e equipamentos.  

Tradicional expositor na feira, a Agrosul – John Deere levará como destaque a colheitadeira X9, que vai proporcionar um alto desempenho no campo e que suporta condições difíceis, por meio do conjunto mecânico, eletrônico e digital de soluções completas. Também estará na feira o trator 3036, com potência de 36 CV e que apresenta alto rendimento, com design compacto e encaixe para operar em ambientes estreitos e que exigem agilidade nas manobras.  “Em sua participação na feira, a Agrosul proporcionará experiências imersivas, em um ambiente que conecta o físico ao digital proporcionando aos visitantes interações com estações de realidade virtual para que estes possam conhecer um pouco mais sobre o ecossistema John Deere, colocando os clientes no centro das soluções”, reforça a gerente de marketing tático da Agrosul – John Deere, Bruna Lermer.  A Indutar pretende apresentar na Bahia Farm Show o único rolo faca do mundo, projetado especificamente para destruir soqueira do algodão (restos da plantação após a colheita). Batizado de Destroyer, segundo o fornecedor, a máquina tem tecnologia inovadora e de alto desempenho com uma solução eficiente para os cotonicultores.  

Quem também estará na Bahia Farm Show é a fabricante alemã Horsch, através da concessionária Jaraguá Máquinas, com toda a sua linha de produtos. Os grandes destaques dessa edição são: as plantadeiras auto transportáveis da linha Maestro, o pulverizador de alto rendimento Leeb VL, o lançamento da linha de Semeadoras com até 106 linhas e o lançamento da linha de preparos de solo.  

Já a New Holland estará presente e deverá trazer de volta a sua linha de construção visando atender as demandas do agronegócio. Na última edição da feira, a pá carregadeira 12D EVO, escavadeira hidráulica E215C EVO, minicarregadeira L320 e a retroescavadeira B95B foram as vedetes da marca. 

 A Maxum, revendedora da Case IH, estará mais uma vez na Bahia Farm com o seu ecossistema completo de agricultura digital, visando aumentar a performance e a rentabilidade no campo. Na edição passada, a empresa apresentou os tratores Magnum AFS Connect e Steiger AFS Connect, que se destacaram pela capacidade de conectividade, com o sistema de telemetria e de 100% de gerenciamento remoto, com acesso de qualquer lugar, do escritório ou do campo.  

Se depender das estruturas que vêm sendo montadas, as empresas de máquinas agrícolas deverão surpreender novamente, acredita o diretor executivo da Bahia Farm Show, Alan Malinski. “Diante do resultado das feiras agrícolas que antecederam a Bahia Farm e da produtividade nos campos do Matopiba, esperamos novamente um ano de bons negócios fechados dentro da feira, e que os visitantes não percam a oportunidade de conferir as grandes máquinas de perto”, reforça. 

Conteúdo  Como o tema “Agro Sem Fronteiras”, a próxima edição da Bahia Farm será marcada pela apresentação de uma ampla e diversificada programação de palestras e debates que vão permitir maior disseminação de conhecimento e tecnologia para o homem do campo. Entre as principais temáticas, será possível acompanhar discussões sobre agricultura digital, sustentabilidade, crédito rural, pesquisa, tecnologia e segurança jurídica. A programação oficial terá início ainda no primeiro dia, 6 de junho, às 15h, com o tradicional fórum de abertura, televisionado pelo Canal Rural, e que trará como tema principal “O sistema do plantio direto: potencialidades e desafios”.  

No segundo dia, 7 de junho, destacam-se na programação o Workshop de Resultados de Pesquisas da Safra 2022/23, a audiência pública da Comissão de Agricultura e Política Rural da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), e a reunião plenária do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Grande (CBHRG). No terceiro dia, 8 de junho, “A segurança no campo e direito de propriedade para o agro” será o tema do painel de segurança jurídica; e no quarto dia, 9 de junho, "As oportunidades para os negócios verdes, com as boas práticas agrícolas, certificações e mecanismos financeiros para uma agricultura sustentável" será tema do painel de Sustentabilidade.  

O painel Energia Limpa com o tema “Energia Solar – Soluções para o Agronegócio” encerra no sábado, 10 de junho, a grade de palestras e debates da Bahia Farm Show 2023. A programação completa de palestras está disponível e pode ser acessada diretamente no site: https://bahiafarmshow.com.br/grade-de-palestras/.

Se ligue!  De terça-feira (06) até o sábado (10), o jornalista Donaldson Gomes trará notícias exclusivas da Bahia Farm Show direto do Oeste baiano. Acompanhe tudo pelas redes sociais @correio24horas, jornal impresso, aplicativo e site www.correio24horas.com.br