Exportação agrícola bate recorde e supera US$ 71 bilhões em 2008

Crescimento é resultado do aumento da receita com na venda na balança comercial

Publicado em 9 de janeiro de 2009 às 19:05

- Atualizado há 9 meses

Em 2008, o comércio internacional do agronegócio atingiu a marca de US$ 71,9 bilhões, um aumento de US$ 13,4 bilhões quando comparado a 2007. Segundo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, O superávit da balança comercial do agronegócio também registrou recorde, alcançando a cifra de US$ 60 bilhões.

O crescimento foi resultado do aumento da receita com a venda dos principais produtos da balança comercial do agronegócio, segundo o Ministério da Agricultura. A participação do setor nas exportações totais brasileiras foi de 36,3% e  ficou dentro da estimativa do governo, entre US$ 55 bilhões e US$ 60 bilhões, que desde o início de 2008 apontava o aumento dos preços das commodities como fator de estímulo ao agronegócio brasileiro.

Produtos líderesSegundo o ministério, as vendas externas brasileiras foram beneficiadas pelo aumento dos preços no mercado internacional. O complexo soja (óleo, farelo e grão) registrou crescimento de 58%; o setor de carnes, 29%; café, 22%; fumo e seus produtos, 22%; complexo sucroalcooleiro, 18%; e produtos florestais, 6%. Também registraram crescimento expressivo o mel, devido à retomada das vendas à União Européia (UE), os animais vivos e rações.Principais destinos Com o crescimento das exportações para a China (70%), este país passou a ocupar a primeira posição no ranking dos mercados compradores de produtos agrícolas brasileiros, com 11% das exportações. Essas vendas para a China continuam muito concentradas em soja, em torno de 77,6%.

Em segundo lugar estão os Países Baixos, com 9% de participação, e os Estados Unidos, em terceiro, com 8,7%. Em apenas um ano, a China saiu da terceira para a primeira posição. O ministério também ressalta o crescimento de 112% das exportações para a Venezuela que pulou da 15ª posição do ranking, em 2007, para 9ª no ano passado.

LácteosA receita com as exportações de produtos lácteos apresentou incremento de 80%, saltando de US$ 299 milhões em 2007 para US$ 541 milhões no ano passado. Também este segmento foi beneficiado pelo aumento dos preços destes produtos no mercado internacional. Além disso, muitos produtos registraram acréscimo em volumes embarcados na comparação com 2007, como o álcool (45%) e os lácteos (43%).