SEGURANÇA MÁXIMA

Mais de 300 agentes seguem em busca de fugitivos do presídio de Mossoró

As buscas contam ainda com a ajuda de drones, cães farejadores e três helicópteros

  • Foto do(a) author(a) Da Redação
  • Da Redação

Publicado em 16 de fevereiro de 2024 às 14:39

Fuga em Mossoró: entenda o que se sabe sobre a crise na penitenciária federal
Fuga em Mossoró: entenda o que se sabe sobre a crise na penitenciária federal Crédito: Senappen/Divulgação

Mais de 300 agentes de segurança estão à procura dos fugitivos da Penitenciária de Mossoró, no Rio Grande do Norte. São 100 agentes da Polícia Federal, 100 da Polícia Rodoviária Federal e 100 das forças locais (militar e civil).

As buscas contam ainda com a ajuda de drones, cães farejadores e três helicópteros. Segundo o ministro da Justiça e Segurança Pública, Ricardo Lewandowski, é possível que os foragidos ainda estejam próximos do presídio, em um raio de até 15 km.

"É um local de matas, uma zona rural, e nós imaginamos que eles estejam homiziados ainda naquela região, porque pelas vídeo câmeras nós não identificamos nenhum veículo que os tenha buscado quando transpuseram as grades do presídio", disse o ministro.